Anemia: diversas causas, a mais comum é a deficiência de ferro

Anemia causa mais comum é a deficiência de ferro

Anemia. Um problema que afeta principalmente as mulheres e que pode ter 17 causas, das quais a mais freqüente é a carência de ferro. Conheça os dados da revista Blood, que faz referência sobre a difusão desta doença no período entre 1990 e 2010.

O relatório mostra como a anemia vem diminuindo nos últimos anos mas, infelizmente aqueles que a sofrem, sofrem particularmente física e psicologicamente seus sintomas, tais quais a fadiga, a dor de cabeça, a falta de apetite, o que são geralmente percebidos como ainda mais sérios e difíceis de se curar, como a depressão e as doenças respiratórias crônicas.

Tentemos entender melhor o que é a anemia por deficiência de ferro. Cada pessoa tem reservas de ferro de cerca de 3-4 gramas, uma pequena parte (aproximadamente 1 grama) fica acumulada no fígado, baço e na medula óssea enquanto o restante fica ligado às hemoglobinas, proteínas presentes nos glóbulos vermelhos, essenciais para o transporte do oxigênio no interior do corpo. Isto é importante para compreender que, inicialmente, mesmo no caso de carência de ferro, os sintomas da anemia podem não aparecer porque o corpo (inteligentemente) passa primeiramente a utilizar as reservas de ferro que há.

Devemos portanto, distinguir duas possibilidades: a sideropenia, ou deficiência de ferro sem anemia, porque o corpo ainda tem suas reservas para recorrer, e a anemia real. Para saber se você está em uma das duas situações faça exames de sangue específicos que avaliem: hemograma completo, hemoglobina, ferro sérico (ferro não ligado à hemoglobina), ferritina (uma proteína útil para estocar o ferro) e saturação de transferrina (outra proteína utilizada para o transporte de ferro no sangue). Uma vez que você tiver estas informações, o médico pode determinar qual é o problema especificamente.

Mas voltando às causas de uma possível anemia, estas podem ser: a baixa ingestão de ferro a partir dos alimentos, problemas de absorção, gravidez, perda excessiva de sangue (menstruação, hemorróidas, úlceras, etc), presença de gastrite ou atrofia do duodeno. Outra situação em que seu corpo pode acusar anemia é quando há uma infecção com Helicobacter pylori que, presente no duodeno, pode prejudicar a absorção do ferro.

Se a anemia é devida a hábitos alimentares incorretos ou à má absorção de ferro, sempre causada por maus hábitos alimentares (como beber café, chá e outras bebidas cafeinadas durante as refeições), pode-se recorrer às curas naturais e colocar em prática alguns hábitos mais saudáveis como comer vegetais de folhas verdes junto com um pouco de suco de limão ou laranja, pois a vitamina C ajuda a absorção do ferro.