Como não morrer de calor no verão (sim, morrer de calor é possível)

Como não morrer de calor no verão (sim, morrer de calor é possível)

“Estou morrendo de calor!”. Quem nunca disse essa expressão para se referir ao calor excessivo do nosso verão? Pois o que antes era uma expressão hiperbólica tornou-se uma expressão literal. Afinal, em alguns lugares do Brasil, as temperaturas chegam aos 40ºC na estação mais quente do ano.

Embora seja raro morrer de calor, é possível, sim, que isso aconteça. Em 2015, o e chegou a derreter o asfalto das ruas de algumas regiões do país, que chegou a ter 50ºC.

Segundo o professor da Faculdade de Medicina da USP Paulo Saldiva disse à BBC, “estudos mostram que durante as ondas de calor há um aumento da mortalidade, sobretudo de idosos e bebês, que têm menos capacidade de adaptação e, muitas vezes, dependem dos cuidados alheios para se proteger”.

O suor que escorre pelo nosso corpo é uma estratégia de sobrevivência. O nosso corpo sua para regular a temperatura corporal. O sangue se refresca e baixa a temperatura do organismo.

É possível morrer de calor

Quando o calor está demasiado, há mais vasos de regulação térmica atuando no nosso corpo para que aumentemos a produção de suor. A consequência disso é que desidratamos.

Os idosos, que por conta da idade avançada acabam perdendo mecanismos de controle corporal, podem desidratar sem sentir sede. Quando o nosso corpo perde muita água, precisamos repor o líquido perdido, pois com a desidratação podem surgir outros problemas, tal como a queda da pressão sanguínea, já que os muitos vasos ficam dilatados ao mesmo tempo. Com a pressão baixa, o corpo sente tontura e vertigem e o coração bate mais rápido para tentar subir a pressão.

Leia mais: PRESSÃO BAIXA: DEVEMOS USAR SAL OU AÇÚCAR?

O problema é que a sobrecarga no coração, junto com a menor quantidade de líquido circulando no organismo, deixa o sangue mais denso, o que aumenta o risco de uma obstrução, como uma trombose e, até mesmo, uma parada cardíaca.

O que fazer?

É preciso manter o corpo refrescado, sobretudo, quando há uma onda de superaquecimento, isto é, quando o calor acima dos 36ºC se prolonga por mais de três dias consecutivos. Quando isso acontece, o corpo não consegue sozinho se autorregular. Então, temos que dar uma forcinha ao nosso organismo usando ar condicionado, ventilador, banho frio e muita água.

Este verão, infelizmente, promete

Este verão promete ser um dos mais quentes dos últimos anos, ultrapassando os 40ºC. A causa é o aquecimento global e o fenômeno El Niño, que pode ser um dos mais fortes dos últimos 65 anos, segundo a Organização Meteorológica Mundial.

Prepare-se para o verão e proteja-se do sol, usando protetor solar, chapéu, sombrinha, e não esqueça de manter o corpo hidratado e refrescado durante todo o dia. Invista em sopa gelada como gazpacho, tarator e cacik, em bebidas saudáveis e alimentos leves.

Deixamos abaixo

Especialmente para você

várias dicas para aproveitar o melhor do verão 🙂

BEBIDAS SUPER-REFRESCANTES E SAUDÁVEIS PARA O CALOR DO VERÃO

CACIK, SOPA GELADA TURCA: REFRESCANTE E NUTRITIVA

PROTETOR SOLAR: VEJA OS MELHORES E OS PIORES TESTADOS PELA PROTESTE

QUEIMOU DEMAIS COM O SOL? DESCUBRA O QUE PASSAR NA PELE

VOCÊ SABIA QUE NO VERÃO FRUTAS PODEM QUEIMAR E CAUSAR MANCHAS?

10 RECEITAS DE ÁGUA AROMATIZADA

QUAL SORVETE ESCOLHER? CONHEÇA OS PRÓS E OS CONTRAS DOS VÁRIOS TIPOS DE SORVETE

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *