Helicobacter Pylori: o que é, Sintomas, TRATAMENTO CASEIRO e Recomendações Alimentares

  • atualizado: 
Helicobacter Pylori

Helicobacter pylori ou H. pylori, como também é conhecida, é uma bactéria que pode infectar o estômago e o duodeno humanos causando úlceras pépticas, gastrite e até câncer de estômago. É importante se conhecer e saber como ela age assim como, quais preceitos de alimentação podem ajudar no seu controle.

A Helicobacter pylori é a única bactéria que tem condição de sobreviver nos fortes ácidos estomacais pois, pela sua produção de urease, transforma a ureia presente no suco gástrico em amônia, aumentando o pH e possibilitando sua colonização.

Sintomas e complicações

Algumas pessoas, mesmo tendo Helicobacter pylori, não têm nenhum sintoma ou condição de saúde agravada mas, em outras pessoas, esta bactéria torna as paredes do estômago vulneráveis à acidez e, desta situação resulta uma inflamação constante e crescente, que causa dores, desconforto gástrico e queimação.

Caso essa situação não seja sanada, a gastrite se instala e, mais continuadamente, também podem ocorrer ulcerações e transformações celulares malignas.

Recomendações alimentares

As recomendações alimentares quando há colonização de Helicobacter pylori com sintomas gástricos é de que se deve evitar todo alimento que possa irritar, mais ainda, a mucosa gástrica, como café, álcool, alimentos industrializados ou condimentos fortes.

As pessoas com este problema devem privilegiar a ingestão de verduras e legumes cozidos e frutas, restringir o uso de gorduras, evitar as gorduras de origem animal, beber água pura e evitar refrigerantes ou bebidas gaseificadas.

Algumas frutas são desaconselhadas para quem tem problemas com Helicobacter pylori: abacaxi, maracujá e limão são frutas ácidas que não se recomenda a ingestão.

Também deve-se evitar os doces em geral, pelo aumento da fermentação causada pelo açúcar refinado que estes contêm.

Embutidos (salsicha e linguiça) e as frituras estão fora do cardápio dessas pessoas assim como os molhos ácidos, condimentos picantes e temperos fortes.

No entanto, diversos estudos apontam o uso das pimentas tipo capsicum como muito boas para as pessoas que sofrem de Helicobacter pylori já que estas pimentas conseguem reduzir e até eliminar as colônias desta bactéria.

Mas, o uso deve ser cuidadoso pois, ao mesmo tempo, as pimentas vermelhas também têm um potencial irritante para a mucosa gástrica e intestinal. Por outro lado, alguns estudos demonstraram o contrário.

helicobacter pylori

Alguns estudos apontam os alimentos alcalinizantes como controladores e redutores das colônias de Helicobacter pylori como sejam:

* as couves em geral - brócolis, repolho - que contêm sulforafano, um elemento que ajuda no seu controle;

* o gengibre cuja ação antibacteriana específica pode agir contra a Helicobacter pylori erradicando-a;

* o própolis, com reconhecido poder antibiótico e restaurador das células;

* a cúrcuma, cuja ação pode inibir o desenvolvimento destas bactérias e diversos outros alimentos com ação antibiótica, bactericida e restauradora das funções gástricas.

Também se recomenda o consumo prioritário de alimentos probióticos - iogurte, kefir, chucrute - como equilibradores da fauna estomacal e que propiciaria a derrota das bactérias infestantes.

Veja o vídeo abaixo:

Tratamentos caseiros: chás de ervas

Para reduzir os incômodos gástricos produzidos, em algumas pessoas, pela presença de Helicobacter pylori, alguns chás de ervas são bem-vindos:

* hortelã,

* erva cidreira,

* funcho,

* erva-doce,

* orégano,

* louro,

* boldo,

dentre várias outras ervas muito conhecidas que podem dar alívio aos sintomas gástricos mais comuns.

Em conclusão

Segundo avaliações estatísticas, 50 % da população (de todos os lados) têm Helicobacter pylori em excesso no seu organismo. Uma porcentagem dessas pessoas não sente nenhum incômodo e nem se dá por elas. Outro tanto sente pequenos incômodos esporádicos e, alguns tantos, esses sim, sofrem com o caso.

Porém, o caso das Helicobacter pylori não deve ser levado de ânimo leve pois, podem causar grandes problemas de saúde então, em princípio, não experimente teorias sem ter um bom acompanhamento médico que te oriente.

Especialmente indicado para você:

setaGASTRITE: CAUSAS, DIETAS E COMPLICAÇÕES

setaREMÉDIOS CASEIROS PARA ELIMINAR GASES ESTOMACAIS E INTESTINAIS

setaFLATULÊNCIA: O QUE O PUM DIZ SOBRE NOSSA SAÚDE