©Motortion Films/Shutterstock

Causas emocionais de doenças nos olhos e problemas de visão: os olhos não veem quando a alma adoece

Será que teus olhos não estão querendo enxergar que teu problema de visão, pode ser de fundo emocional?  É algo muito comum as pessoas desenvolverem problemas de visão cujas causas podem não estar somente relacionadas a fatores físicos ou fisiológicos.

Além de fatores externos como:

  • ficar muito tempo diante das telas de computador e celular
  • excesso de leitura, má alimentação
  • falta de descanso ocular
  • estresse
  • poluição
  • uso excessivo de iluminação artificial
  • falta da prática de exercícios oculares
  • desequilíbrios orgânicos

Existem outros fatores relacionados a causas emocionais, sendo assim, as emoções podem ser a raiz dos problemas oculares e da falta de visão.

A autora do livro Cure seu Corpo, Louise Hay, através da sua história de cura de um câncer através do equilíbrio emocional, acredita que muitas doenças estão atreladas a causas emocionais. Segundo ela, mas também segundo outros autores como Cristina Cairo e Valcapelli, as doenças e as dores se manifestam no corpo físico quando o emocional já está abatido pela forma negativa, desequilibrada e distorcida, de se lidar com a realidade.

Com base neste fundamento, a cura para os males físicos anda de mãos dadas com a melhora do estado emocional. Para curar-se, é necessário autoconhecimento através da auto-observação.

Desenvolvendo a percepção de si mesmo, é possível desvendar as causas psicológicas das doenças físicas.

Pensamentos, emoções e sentimentos que se originam do ressentimento, raiva, mágoa, revolta, ingratidão, ansiedade, orgulho, ganância, egoísmo, remorso, medo, inveja, ciúme, vergonha, falta de confiança e de amor próprio, adoecem a alma e, por consequência, atingem o corpo físico.

No caso dos olhos, um estado emocional negativo pode reverberar em problemas de visão e em doenças oculares.

Vejamos como isso acontece, e como reverter os efeitos danosos das emoções negativas sobre o órgão através do qual vemos o mundo.

Saúde dos olhos X estado emocional

Para se ter a comprovação de que a saúde dos olhos está ligada ao estado emocional, preste atenção em como sua visão reage às suas emoções.

Observe por exemplo, como fica sua visão e seus olhos após uma briga, um estresse ou um aborrecimento. Com isso, dá para ir percebendo como as emoções afetam teus olhos.

Após eventos estressantes, traumáticos ou dolorosos, tem pessoas que passam a manifestar problemas nos olhos que não tinham antes. Nestes casos, o bem-estar emocional poderia estar atrelado à saúde dos olhos.

Inclusive, alguns sinais contidos nos olhos, podem revelar como está nossa saúde. Não é a toa que o olho é considerado o espelho de nossa Alma!

Iridologia: os olhos são o ESPELHO DA ALMA mas também do corpo e da mente

Causas emocionais dos problemas de visão

Por trás de cada anomalia da visão, pode existir uma causa emocional. Por exemplo:

Miopia

A miopia é uma deficiência visual que provoca dificuldade em enxergar de longe e, sob um enfoque psicológico, isso teria relação com o medo da pessoa de lidar com o futuro e sua dificuldade de ver seus problemas com mais clareza e lucidez. Neste caso seria necessário a pessoa pensar em ampliar seu campo de visão interna e sua mente, para abrir novos conhecimentos e diminuir a ansiedade.

Astigmatismo

O astigmatismo é um problema ocular que desencadeia dificuldade de focar e enxergar com nitidez as imagens externas.

Pela linguagem do corpo, a pessoa que possui este tipo de problema, teria dificuldade de simplificar as coisas e pensar com mais objetividade, além de ser pessimista demais e muito indecisa. Dessa forma, ela precisaria desenvolver a organização interna para ter mais foco.

Hipermetropia

Esse problema ocular traz a deficiência de enxergar de perto.

A pessoa com hipermetropia tem dificuldade de viver no agora, é dispersa, gasta muito tempo vivendo do passado e tem dificuldade de analisar os problemas para encontrar soluções. Por isso, é primordial que ela desenvolva mais a atenção ao presente, recordando de si mesma de momento a momento.

Daltonismo

Esse distúrbio visual faz com que a pessoa não consiga distinguir as cores e, por isso, ela vê o mundo menos colorido. No aspecto psicológico esse problema pode revelar que essa pessoa sente em seu interior falta de alegria pela vida.

Catarata

A catarata é causada pela opacidade do cristalino, por isso, a visão se torna enevoada. No aspecto emocional esse problema é uma forma do corpo sinalizar que a pessoa não está aceitando a existência tal como ela é. Por isso, ela vê as coisas de forma encoberta, o principal sintoma da catarata.
Essa atitude de falta de aceitação, faz com que ela “não enxergue” o que precisa ser encarado de frente em sua realidade.

Ceratocone e Presbiopia

Problemas oculares como ceratocone (má-formação da córnea) e presbiopia (vista cansada),  podem estar associados à inflexibilidade diante da vida e à falta de jogo de cintura para lidar com a realidade. Por isso, a pessoa precisa ser mais flexível e adaptável diante da vida.

Glaucoma

Esse problema de visão revela que a pessoa vive em estado de tensão interna, devido ao fato de se cobrar demais colocando muita pressão sobre si mesma, levando-a a esse estado a pressão nos olhos. É necessário levar a vida com mais leveza.

O glaucoma pode  significar também que a pessoa está sofrendo por algum acontecimento do passado e que ela não conseguiu superar, perdoar ou aceitar.

Quanto mais a pessoa guarda mágoa e ressentimento, maior a pressão emocional no olho afetado pelo glaucoma. E isso supostamente ocorre por ela sustentar sentimentos feridos por muito tempo.

Inflamação nos olhos

Inflamação e infecção no olho causam irritação e vermelhidão e podem estar revelando nervosismo, raiva, revolta ou insatisfação da pessoa com algo ou alguém em sua vida.

Degeneração macular

Processos de degeneração da mácula estão ligados à tristeza, depressão e falta de gosto pela vida. É preciso recuperar a alegria de viver e ver o colorido da vida.

Como melhorar o estado emocional e a saúde dos olhos

Para recuperar a visão e se curar de doenças oculares, além do acompanhamento e diagnóstico médico, é necessário cuidar das emoções e da saúde das seguintes formas:

  • Aprendendo a conhecer e a lidar com as próprias emoções
  • Desenvolvendo a flexibilidade psicológica e a lucidez
  • Sair de estados emocionais negativos, através de práticas como Meditação, Yoga ou o que lhe proporcione alegria e prazer
  • Desenvolver a capacidade de se recuperar mais rápido das emoções negativas aceitando que a vida é feita de altos e baixos
  • Ver a vida sob uma ótica positiva, mas ao mesmo tempo realista
  • Buscar desenvolver a autoexpressão, seja de forma escrita, oral ou artística, para estimular o organismo a produzir os hormônios da felicidade
  • Desenvolver a coragem e a autoconfiança
  • Ingerir alimentos que contenham nutrientes como: zeaxantina, luteína, ômega-3, vitamina A, C e E, selênio, silício, manganês, cobre e zinco pois eles fortalecem e promovem a regeneração dos olhos e uma boa visão
  • Inclua em seu cardápio alimentos bons para os olhos como: brócolis, cenoura, acerola, morango, laranja, mamão, manga, uva, acelga, abóbora, batata-doce, tomate, couve, abobrinha, espinafre, linhaça, nozes, azeite de oliva.
  • Quando estiver com  tensão e nervosismo, consuma chás a base de plantas calmantes como melissa e tília, por exemplo
  • Viva com mais amor, alegria, leveza e pare de alimentar a tristeza
  • Promova atitudes que desenvolvam bem-estar psicológico.

Outras dores e suas causas emocionais

Saiba sobre outras doenças e suas respectivas causas emocionais em:

20 dores físicas ligadas a um estado emocional específico

Por que o corpo dói? Causas Emocionais e Outras Causas

Através dessas informações, você agora tem mais recursos para se ajudar, e para auxiliar outras pessoas, a terem recursos de cuidarem melhor da saúde dos olhos, de uma forma integral.

Cuide do físico, consultem um médico

Mesmo sabendo o quanto as emoções influenciam a saúde, tenha em conta que uma vez que a doença se instalou no corpo, é necessário consultar o médico para ter o diagnóstico correto e para poder aliar o autoconhecimento ao tratamento convencional, a fim de obter a cura de forma completa.

Talvez te interesse ler também:

Compulsão alimentar ou fome emocional? Reveja a sua relação com a comida

Responsabilidade afetiva: a transparência é fundamental para o sucesso das relações

Inveja branca não existe. Existe a cobiça que pode ser positiva. Veja as diferenças!

Sobre Daia Florios

Daia Florios
Ingressou no curso de Ecologia pela UNESP e formou-se em Direito pela UNIMEP. É redatora-chefe e co-founder de GreenMe Brasil.

Veja Também

Reumatismo: os primeiros sintomas e como prevenir

O reumatismo é uma doença que atinge as cartilagens e as articulações provocando muita dor, …