As toxinas do fígado que nos engordam

toxinas do fígado

O fígado é um dos nossos principais aliados na luta contra as toxinas que ingerimos. Trabalha arduamente para que sejamos capazes de eliminar as toxinas e manter uma vida saudável. No entanto, muitas vezes o nosso fígado está sobrecarregado e é incapaz de administrar suas funções corretamente, resultando frequentemente em gordura corporal indesejada. Vejamos quais são os sinais de que seu fígado pode estar cheio de toxinas e causando ganho de gordura.

Sinais de muitas toxinas no fígado

Mesmo que pensemos ter uma vida saudável, em muitos casos não estamos mantendo uma dieta equilibrada para fortalecer todas as funções do organismo. Há ainda quem faça exercício físico e pareça não notar nenhuma diferença na hora de perder peso. Isso é um sinal claro de que o fígado pode não estar conseguindo realizar sua função mais básica de eliminar as toxinas do corpo.

Quando o fígado é incapaz de gerir as toxinas, elas não são eliminadas por completo do organismo. Consequentemente ficam armazenadas no tecido adiposo, ou seja, tornam-se a famosa gordura que à tanta gente incomoda.

Além disso, há diversos sinais que indicam que o fígado talvez não esteja realizando suas atividades corretamente. Eles são:

* Acne ou problemas de pele

* Desequilíbrios hormonais

* Alergias

* Dores musculares ou articulares de forma crônica

* Desorientação visual e cerebral

* Fadiga excessiva

* Dor de cabeça ou na parte de trás dos olhos

* Transpiração anormal

Como livrar o fígado das toxinas

Não é necessário um raciocínio muito complexo para compreender que as toxinas que existem no fígado são as que nós mesmo ingerimos. Isso significa que tudo o que comermos será enviado para a filtragem de toxinas no fígado. Quando nossa dieta está desequilibrada, o fígado também entra em desequilíbrio, podendo causar as mazelas citadas acima.

O primeiro passo para diminuir os problemas das toxinas excessivas no fígado é parar de consumir alimentos processados, considerados os grandes vilões da alimentação moderna. Além disso, há algumas dicas simples que podem ser seguidas nesta empreitada de desintoxicação do fígado:

* Beber muita água (cerca de 1 litro e meio de água por dia, a depender da recomendação do médico)

setaLeia mais: BEBER TANTA ÁGUA ACELERA O METABOLISMO E AJUDA A EMAGRECER

* Consumir gordura saudável como a encontrada em abacate, cânhamo e óleo de coco

* Consumir fibras, ao menos 35g por dia a partir de alimentos naturais como alcachofras, brócolis, sementes de chia ou mesmo couve e espinafre.

* Cessar o consumo de açúcar refinado, seja ele em qualquer uma de suas formas

setaLeia mais: 50 GR DE AÇÚCAR POR DIA: O LIMITE QUE NÃO DEVE SER ULTRAPASSADO, SEGUNDO A OMS

* Não consumir mais do que 20g de frutose por dia

* Eliminar o consumo de álcool por completo ou evitá-lo o máximo possível

* Aumentar o consumo de alimentos que possuam vitamina B e vitamina C, como os vegetais verdes

Como recomendação ampla, sugere-se que não sejam consumidos alimentos que possuam glúten ou altas quantidades de açúcar, como os clássicos biscoitos de sobremesa. O prazer momentâneo de degustar diariamente um doce processado pode trazer amargas consequências para o organismo. Portanto vale sempre o bom senso, evitando exageros alimentares a qualquer custo.

Orientações gerais sobre o fígado

Órgão essencial para a manutenção de uma boa saúde, o fígado deve ser cuidado sempre com muita atenção. Caso perceba os sintomas de que seu fígado pode estar com excesso de toxinas, procure um médico ou profissional de saúde para obter orientações adequadas a respeito do seu caso. É importante lembrar que nossa saúde é um reflexo direto de nossos hábitos, portanto um fígado em condições ruins significa muito frequentemente uma alimentação igualmente ruim.

Especialmente indicado para você:

setaGORDURA NO FÍGADO: SINTOMAS, CAUSAS E REMÉDIOS NATURAIS

setaPURIFICAR O FÍGADO: 10 REMÉDIOS NATURAIS

setaÓRGÃOS E EMOÇÕES: A QUE EMOÇÃO CADA ÓRGÃO CORRESPONDE?