Novembro Azul 2015: prevenir sempre

O outubro rosa passou mas deixou o seu recado para as mulheres no combate e prevenção ao câncer de mama, e agora o mês de novembro é dedicado a uma nova missão: o combate e a prevenção ao câncer de próstata, doença que afta exclusivamente os homens.

O Novembro Azul é uma campanha de conscientização realizada durante os meses de novembro por diversas entidades, dirigida em geral à sociedade, mas em especial aos homens, à respeito das doenças masculinas com ênfase à prevenção e ao diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Cerca de 69 mil diagnósticos de câncer de próstata são feitos todos os anos no Brasil, sendo o mais comum dos tipos de câncer a afetar os homens.

Origem da campanha

O Novembro Azul surgiu na Austrália em 2003, durante o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, em 17 de novembro e, no Brasil, o movimento foi criado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida com o objetivo de quebrar o preconceito masculino de ir ao médico e fazer o exame de toque.

Prevenção

Muitos acreditam que somente depois dos 50 anos é que é necessário se preocupar com o câncer de próstata, mas estão enganados. Grupos de riscos como pessoas com histórico familiar da doença e homens afrodescendentes precisam ter atenção redobrada, independentemente da idade.

O urologista Alfredo Canalini, membro da Comissão de Comunicação da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) comentou:

“A gente lamenta que alguns desses casos [câncer de próstata] não são feitos no momento em que a doença é inicial. Por isso, a gente enfatiza muito o aspecto do exame rotineiro do homem”.

Detectar a doença no início é essencial para aumentar as chances de cura, e isso só poderá acontecer se os homens realizarem os exames periodicamente, pois o câncer de próstata não apresenta sintomas em seu estágio inicial.

Quando o câncer de próstata exibe sintomas, tornando-se perceptível para qualquer um, significa, infelizmente, que a doença já está em um estágio avançado.

Com a chegada da idade, é necessário que todos os homens se previnam, pois entram, automaticamente nos grupos de risco, tendo histórico familiar, ou não, sendo afrodescendente, ou não.

A ação

Durante o Novembro Azul, especialistas da SBU farão palestras em todo o país para informar e orientar a população sobre o câncer próstata, inclusive as mulheres que "são as grandes agentes de saúde. São elas que conversam com os maridos e os levam para o médico”, conforme ressaltou Canalini.

E é verdade pois, existem pesquisas que mostram que os homens casados vão mais ao hospital do que os solteiros, mostrando a influência da mulher neste aspecto.

Por isso não vacile, consulte seu urologista e previna-se do câncer de próstata.

Leia também:

NOVEMBRO AZUL: TODOS CONTRA O CÂNCER DE PRÓSTATA

Fonte foto: radio87ro.fm.br