Pernilongos: por que é impossível escapar das suas picadas?

Você já percebeu que é a vítima preferida dos pernilongos? E percebeu também que estes insetos continuam te picando ainda que você passe repelente? Acontece que os pernilongos são espertos e inteligentes, muito mais do que nós! Reconhecem o nosso cheiro mesmo quando tentamos disfarçá-lo.

Em suma, os mosquitos realmente evoluíram. É por isso que, apesar das velas de citronela, dos incensos, dos óleos essenciais e dos mil outros remédios, é quase impossível que nas noites de verão não sejamos picados pelo menos uma vez.

Pelo menos esta é a informação que acaba de sair de um estudo do California Institute of Technology, publicado recentemente na revista científica Current Biology.

Esses insetos utilizam diferentes sinais para caçar suas presas. Eles não se baseiam apenas no olfato, mas também em fatores visuais e térmicos.

Os pesquisadores criaram em laboratório um modelo especial que lhes permitiam observar o comportamento dos pernilongos. Foram testados, por exemplo, a reação dos mosquitos ao gás dióxido de carbono que é emitido com a respiração. Eles são atraídos pelo cheiro a mais de 10 metros de distância, e quando chegam perto, conseguem ver e sentir o calor de suas suas presas.

Agora sabemos por que todos os nossos esforços para nos tornarmos invisíveis para os mosquitos nem sempre surtem efeito. De acordo com os especialistas, mesmo se quiséssemos - ironicamente - prender a respiração por um tempo indefinido para nos defender contra esses insetos, seria suficiente que uma outra pessoa respirando a poucos metros de nós, permitisse a eles de chegarem perto de nós para analisar ambas as presas.

E se conseguíssemos nos mimetizar visualmente para os mosquitos, ainda assim eles nos encontrariam por causa do nosso calor.

foto: caltech.edu

Contudo, para as vítimas preferidas dos mosquitos, vale a pena continuar a usar repelentes, usar roupas claras, ou melhor, evitar as roupas escuras no entardecer - horário pico deles, colocar plantas repelentes em casa, ou seja, fazer de tudo para amenizar a situação.

De qualquer maneira, reconhecer a inteligência destes pequenos insetos nos ajuda a ter paciência. E em tempo: apesar de transmitirem doenças sérias, a importância ambiental dos pernilongos reside no fato de que, como a muitos insetos, os pernilongos também são polinizadores. Sim, pois estes se alimentam do néctar das flores, e o sangue serve somente às fêmeas para o desenvolvimento de seus ovos. Além disso, na cadeia alimentar, os pernilongos são uma iguaria principalmente para os morcegos, mas também para os sapos, as lagartixas, aranhas…

Leia também:

seta

setaCOMO FAZER REPELENTE CASEIRO