Por que estamos cada vez mais gordos?

Por

Como dissemos aqui, em um outro artigo, existem possíveis razões para a nossa dificuldade em perder peso, inclusive motivos psicológicos. Mas e para o fato de estarmos cada vez mais gordos, quais seriam os possíveis motivos?

Certas coisas que são feitas com os alimentos antes mesmo de eles chegarem à nossa mesa, juntamente com estratégias de marketing, podem estar induzindo a população a engordar mais. É o que diz Martha Rosenberg, uma repórter investigativa sobre saúde, autora do livro "Born With a Junk Food Deficiency: How Flaks, Quacks and Hacks Pimp the Public Health", que faz alusão à cultura norte-americana, mas que pode muito bem servir para nós, brasileiros.

Algumas das coisas que estão nos engordando – e que podem surpreender você, segundo a autora são:

1. Antibióticos na nossa comida e como remédios

Os antibióticos que são colocados nas rações dos animais que são transformados em carne para consumo, têm o intuito de fazê-los engordar em um período mais curto de tempo para serem abatidos, conforme revelou uma pesquisa. Estas substâncias, que estão impregnadas na carne que consumimos, acabam surtindo esse mesmo efeito em quem a consome: você passa a ter uma tendência maior a engordar. Além disso, o uso indiscriminado de antibióticos também está ligado à prevenção de doenças que podem causar prejuízos à pecuária, mas muito mais prejuízos ainda, à saúde pública.

2. Outros “engordadores” presentes nas carnes

Além dos antibióticos, outros tipos de substâncias específicas para a função de engordar o gado e os frangos, afetam os seres humanos, fazendo com que nós também engordemos. Reduzir (ou eliminar) o consumo de carne pode ser uma ótima ajuda para a perda de peso.

3. Pesticidas e outras substâncias que desregulam o sistema endócrino

Alguns pesticidas e adoçantes artificiais têm moléculas semelhantes aos desreguladores endócrinos que são usados em muitos produtos: estão presentes em plásticos e cada vez mais em nossos alimentos. Estes também estão claramente ligados à obesidade em adultos.

4. Substitutos de açúcar

Sim, não nos enganamos: ironicamente, este item está na lista. Adoçantes sempre foram vistos como amigos na hora de perder peso e cortar calorias, mas pesquisas recentes mostram que eles podem fazer exatamente o oposto.

Foram listadas três razões do porquê os adoçantes podem causar mais mal do que bem:

* Grande parte dos adoçantes pode desacelerar o metabolismo;

* Pode causar vícios em doces, já que substitui o açúcar presente em coisas cotidianas e faz com que o nosso subconsciente deseje por algo “doce de verdade” e acabe exagerando;

* A presença destes adoçantes artificiais não necessariamente significa que o açúcar real também não esteja presente.

5. Marketing

Estudos recentes mostraram que crianças preferem alimentos que têm, em suas embalagens, imagens de desenhos conhecidos. Isso as impele a pedir para os pais comprarem os doces e esses o fazem – sem nem sequer checar a tabela nutricional no rótulo. Isso aumenta consideravelmente o peso das crianças. Aliás, esta estratégia de marketing é uma das mais antiéticas que existem e deveria ser proibida no mundo inteiro.

E você, acrescentaria outras razões que justifiquem o fato de estarmos engordando tanto?

Leia também: Dieta para emagrecer? A vegetariana, diz estudo

Fonte foto: freeimages.com