No Japão, alugueis temporários para casais pensarem no divórcio por coronavírus

Os casamentos estão sendo colocados à duras provas com o isolamento devido ao novo coronavírus. Juntos 24 horas por dia, os casais só pensam naquilo: separação e divórcio!

O confinamento expôs muitos casais à convivência diária, total e sem interrupções, onde a casa transformou-se em local de trabalho, lazer, escola e afins. Pior para aqueles que estão confinados em locais pequenos, onde não é possível separar um cômodo da casa para o trabalho, reservado, somente para seu uso e mais difícil ainda quando os filhos fazem parte desse pacote. As exigências são maiores e o nível do estresse atinge o pico máximo.

Pensando nisso, uma empresa japonesa de aluguel de imóveis temporários, aproveitou essa situação e decidiu fazer o seguinte slogan para divulgar seu negócio: “Por favor, consulte-nos antes de pensar em “divórcio por coronavírus”.

No twitter japonês a campanha da empresa ganhou força e aparece com a hashtag “divórcio-corona”.

A ideia é alugar unidades totalmente mobiliadas semelhantes ao modelo utilizado pelo Airbnb como “lar temporário” para as pessoas, principalmente casais, que precisam de um tempo para ficarem sós.

Paz e sossego

A empresa tem sede em Tóquio e possui 500 apartamentos espalhados pelo país. Os interessados poderão desfrutar da paz e sossego alugando um apartamento com preço de 4.400 ienes ou R$ 200,00 por dia.

O porta-voz da empresa, Kosuke Amano disse que desde que a campanha teve início, em 3 de abril, a empresa já tem 20 clientes e como parte do serviço eles também oferecem uma consulta gratuita sobre divórcio de 30 minutos com uma autoridade legal.

Kosuke pontuou que dentre seus usuários tem uma esposa que fugiu depois de uma grande briga com o marido e uma mulher que afirmou estar cansada demais com as exigências das tarefas impostas pelas crianças sem escola e marido trabalhando remotamente de casa.

Ele acredita que tenha atraído também mulheres que precisam fugir da violência doméstica.

Emergência separação

O governo do Japão declarou estado de emergência em sete regiões do país e a recomendação é evitar passeios desnecessários, aglomerações, as escolas estão fechadas e muitas pessoas estão trabalhando em casa.

Diante desse cenário, os jornais vêm noticiando que houve aumento significativo nas brigas dos casais e também nos pedidos de divórcio. Mas não é só no Japão que isso vem ocorrendo. A imprensa do mundo todo vem relatando esse fenômeno.

Para aqueles que não podem pagar um apartamento para se isolar e descansar, a quarentena e o isolamento vai ter que se transformar num verdadeiro teste para muitos relacionamentos.

Brigas por bobagem, estresse e cansaço são grandes gatilhos para trazerem à tona problemas mais sérios que vinham sendo varridos para debaixo do tapete.

Tudo em teste

A casa, o lar, sempre foram um lugar para onde refugia dos problemas do mundo e se aconchega. Mas antes, os problemas eram fluidos e a convivência também. Eram muitas etapas fora, muita descarga de energia em ambientes alheios à casa. Agora tudo ficou concentrado, tudo é mais intenso e misturado, trabalho, família, crianças e as máscaras não aguentam muito tempo, elas caem. E somos obrigados a conviver de fato com o bom e o mau, com o positivo e o negativo, com as variações de humor e sentimentos. Tudo isso aliado a um fator angustiante que é a pandemia do coronavírus.

Então é um momento para reflexão, para autoconhecimento, para buscar a paz interior.

Para a psicóloga Milena Careta, esse período vai colocar tudo em teste, relacionamentos, convivência, filhos, mas principalmente nós mesmos.

“É um momento para verificarmos como estamos vivendo e lidando com nossos dias e questões, essa consciência emergente de que a vida é finita tem que nos levar a pensar o quanto realmente estamos vivendo e fazendo a vida valer a pena”.

Então aproveitemos esse período para refletir e valorizar aquilo que nos agrada, acalma e traz felicidade para, justamente, termos força para correr atrás do que precisamos.

Talvez te interesse ler também:

No escurinho do carro: o futuro do cinema é o drive-in

O coronavírus continua ofuscando a pior invasão de gafanhotos do século

Instituto de Wuhan nega que coronavírus tenha se originado ou escapado de laboratório

Sobre Redação GreenMe

Redação GreenMe
greenMe.com.br é um site de informação sobre meio ambiente e saúde, criado para levar ao grande público, a consciência de que um mundo melhor é possível, através de um comportamento respeitoso com todas as formas de vida.

Veja Também

Quando o racismo se aprende na escola

A escola é uma das instituições mais importantes no combate ao racismo. Não à toa, …