Férias: 7 coisas para saber antes de viajar com animais domésticos

coisas para saber antes de viajar com animais domésticos

Férias com cães e gatos. Uma viagem a ser curtida na companhia de seus animais de estimação não pode ser improvisada. Antes de sair, portanto, será necessário obter informações sobre as regras para o transporte de animais de estimação em: aviões, carros, transportes aquáticos – marítimos e fluviais.

Ainda maior atenção terá que ser observada no caso de você decidir viajar para o exterior, com um cuidado especial em conhecer a regulamentação de transporte e de saúde relacionada aos animais domésticos no país de destino. Aqui estão algumas informações para se preparar para uma boa viagem com os seus amigos de quatro patas.

1. Antes de sair

Ao organizar sua partida, se você quiser levar teus animais contigo, você vai precisar se informar sobre as suas obrigações, conforme os regulamentos dos países ou de saúde das regiões para onde se pretende ir. É aconselhável que você se planeje com antecedência, para ter certeza de conseguir tempo hábil para fazer todas as vacinas obrigatórias para os seus amigos peludos, em conformidade com todas as normas relativas às saúdes pública e animal.

Olhe atentamente os regulamentos das empresas às quais você irá viajar, se você for de barco ou avião, para longas distâncias;

2. Barco

Aqueles que decidirem viajar de barco com o seu animal, devem obter informações na empresa escolhida, sobre a necessidade de trazer um certificado de saúde emitido pelo veterinário. Muitas vezes pode ser necessária a vacinação antirrábica.

Dependendo das empresas que oferecem o transporte, os cães podem viajar na cabine com o seu dono, com o consentimento dos outros viajantes sobre o mesmo, se a cabine for compartilhada, ou terá que ser alocado nos canis a bordo, com a possibilidade de os donos acompanharem o seu cão durante a viagem em pontes (sem cabine). Os cães devem ser amordaçados e usarem coleiras. Os gatos devem ser levados apenas no transportador apropriado.

3. Avião

A maioria das companhias aéreas permite o transporte de cães ou gatos, mas muitas vezes as regras variam entre elas. O número de animais na cabine depende do tipo de voo. Quanto a gatos, podem ser obrigados a ser transportados no transportador especial. Os cães pequenos são geralmente permitidos na cabine, enquanto os cães de grande porte são indicados a embarcar no porão, em gaiolas especiais.

Se você estiver viajando de avião é necessário prestar atenção à conduta de saúde de cada localidade, desde a chegada a outros países.

4. Trens

Embora raríssimos no Brasil, em países europeus são bem frequentes tanto regionalmente, quanto entre nações. Contudo, pode haver restrições ou regras diferentes para admissão a bordo. Cães e gatos pequenos podem viajar gratuitamente, transportados em gaiolas, na primeira e segunda classe de todas as categorias de trens. Normalmente são permitidos até mesmo peixes, pássaros e outros pequenos animais.

O problema surge para cães de médio e grande porte que só podem viajar em comboios regionais. Pode viajar dentro de um compartimento com outros viajantes só se houver anuência de todos e os dispositivos de segurança necessários. Uma exceção se faz a cães-guia para cegos que pode viajar em todos os trens de graça, sem qualquer obrigação.

Para todos os outros cães, precisa-se do certificado de registro para o canino que ser mostrado no momento da compra do bilhete.

5. Carro

Se você decidir transportar seus animais de estimação em carros, você não deve esquecer como eles também podem, infelizmente, sofrer por isso. As longas viagens de carro, às vezes pode causar agitação, mal-estar e vômitos. Se tiver que fazer uma longa viagem, é aconselhável, para acostumar o cão a ser transportado por carro, nos meses anteriores, leva-lo em distâncias curtas primeiramente e, em seguida, aumentando a duração. Certifique-se de levar tudo que precisa, em relação à água e comida.

Certifique-se de que o animal esteja em um local bem ventilado, confortável quando possível, faça paradas de tempos em tempos para permitir caminhadas curtas a humanos e animais.

6. Documentos

Não se esqueça de levar os documentos dos animais contigo, certificados de vacinação incluídos.

7. Vacinas

Dependendo do país ou região aonde você quer chegar, existem diferentes vacinas necessárias ou recomendadas. Muitas vezes, uma vacinação antirrábica é necessária um mês antes da partida. Informe-se com antecedência.

Boas férias e feliz 2015!

Leia também: Can Janè: um resort para cães na Espanha