Cártamo: o que é, como consumir e para o que serve

O cártamo é uma planta da espécie Carthamus tinctorius, semelhante ao açafrão, sendo conhecido também como açafrão-bastardo, açafroa, açafrol, açafrão-agreste, açafrão-dos-tintureiros ou açafrão-bravo. O cártamo é utilizado tanto na coloração e aromatização de alimentos e medicamentos, bem como para fazer corantes amarelo e vermelho para tintura de tecidos. Além disso, o cártamo também possui diversos benefícios para a saúde, por isso, é comumente utilizado na forma de óleo extraído de suas sementes, ou do chá extraído de suas folhas.

Nesse artigo vamos aprender como utilizar o cártamo e quais os benefícios que ele oferece para nossa saúde.

Dentre os diversos benefícios que o cártamo possui, podemos listar:

  • Promove relaxamento, combate ansiedade e o estresse
  • Previne doenças cardíacas e o endurecimento das artérias
  • Ajuda a baixar o colesterol ruim e a controlar os níveis de açúcar no sangue
  • Reforça o sistema imunológico, ajudando a reparar células danificadas
  • Atua como expectorante, ajudando a aliviar a tosse e a dor de garganta
  • Ajuda no tratamento de feridas, contusões e erupções da pele.

Contraindicações

A única contraindicação no uso do cártamo é em mulheres grávidas, pelo risco de aborto, pois o cártamo estimula o sangramento, sendo indicado também para estimular a menstruação.

Pessoas com problemas de coagulação também devem evitá-lo, pois o cártamo afina o sangue e pode dificultar ainda mais esse processo.

Formas de consumo

Quanto às formas de consumo, o óleo de cártamo é a forma mais conhecida, pois devido à presença de ômega 6, dizem as pesquisas que ele ajuda na queima de gordura e no processo de emagrecimento. Porém, há controvérsias, então é recomendado procurar um bom nutricionista para ajudar nessa questão.

Além do óleo, o chá de cártamo é bastante utilizado principalmente nas medicinas chinesa e ayurvédica, tanto no tratamento de doenças como no tratamento terapêutico. Essa prática vem sendo utilizada há muitos anos, mas não é tão difundida em nossa cultura ainda.

Outra forma de utilizar o cártamo é através de suas sementes, pois elas possuem muitas proteínas vegetais, além de vitaminas, gorduras monoinsaturadas e calorias do bem que, embora não pareça, auxiliam na manutenção da massa muscular e óssea.

Por isso, vamos destrinchar melhor o que essas três formas de consumir o cártamo tem a oferecer e como usá-las.

Chá de cártamo

Conforme dito anteriormente, o chá de cártamo é mais utilizado na medicina chinesa com o intuito de tratar problemas no estômago, aliviar dores abdominais, para o tratamento de feridas e úlceras, e até mesmo para estimular a menstruação e tratar de sarampo.

Já na Índia o chá de cártamo também é bastante utilizado para tratar artrites, doenças cardíacas, bem como para reduzir os níveis de colesterol ruim.

Como fazer o chá de cártamo

Para fazer o chá, indica-se colocar 1 colher de chá das flores de cártamo em 300 ml de água fervente e deixar em infusão de 5 a 10 minutos. Recomenda-se ingerir 3 vezes ao dia até melhorarem os sintomas.

Lembrando sempre que qualquer tratamento medicinal alternativo nunca deve ser feito sem o consentimento médico, pois o consumo deste chá possui contraindicações (mulheres grávidas e pessoas com problemas de coagulação).

Elixir / tintura

Além do chá, também é possível fazer uma espécie de solução (elixir / tintura). Para preparar esta solução, basta colocar 25 gramas de flores em 150 ml de aguardente ou conhaque e deixar durante 14 dias num ambiente escuro, agitando periodicamente. Passado esse período, deve-se coar e colocar numa garrafa de vidro escuro e tampar.

Recomenda-se ingerir 20 gotas (½ colher de chá) dissolvido em 100 ml de água, 3 vezes ao dia, antes das refeições. Devido à presença de álcool na composição, caso tenha o estômago sensível, aconselha-se ingerir após as refeições.

Reforçando: essas práticas só devem ser realizadas com o consentimento médico devido à resistência e particularidade de cada um!

Sementes de cártamo

Embora pouco conhecidas, as sementes de cártamo são muito utilizadas por quem precisa suplementar com proteínas, mas não querem utilizar proteínas animais. Por isso, a semente de cártamo é uma ótima opção em relação ao leite, por exemplo, devido ao fato de possuir mais proteínas que este.

Além da proteína vegetal, que é muito importante para a saúde, a semente de cártamo também é rica em ácido aspártico, que ajuda a aumentar os níveis de testosterona, auxiliando no aumento de massa muscular, e também é rica em arginina que ajuda na redução corporal e na perda de peso.

A semente de cártamo também é rica em vitaminas e gorduras monoinsaturadas, que ajudam a diminuir o colesterol ruim, preservam as artérias e funcionam como uma fonte de energia para o organismo. Por isso, a forma de consumo das sementes de cártamo é como suplemento alimentar, que deve ser indicado por um médico ou nutricionista.

cartamo

Óleo de cártamo para sua beleza

Das três formas de uso, o óleo de cártamo é o mais utilizado e o mais conhecido atualmente, mas a maioria das pessoas fazem uso dele com o intuito apenas estético, ou seja, para emagrecer, quando na realidade existem outros benefícios que o óleo de cártamo proporciona ao nosso organismo.

Devido à presença de ômega 6, o óleo de cártamo é importante para a saúde do coração, pois ajuda no controle do colesterol, reduzindo as chances de desenvolver ataque cardíaco e acidente vascular cerebral. Além disso, o óleo de cártamo previne o aparecimento de tumores, problemas respiratórios, lesões na pele e sintomas da TPM.

O óleo de cártamo pode ser encontrado tanto em cápsulas como em recipientes maiores, para ser utilizado em tratamentos de beleza. Nos cabelos, o óleo de cártamo age devido à presença do ácido oleico que aumenta a circulação do couro cabeludo e estimula o crescimento dos fios. Já na pele, o ácido linoleico presente no óleo de cártamo age desobstruindo os poros, ajudando a remover os cravos e a acne, deixando a pele mais saudável e renovada.

Por fim, a cápsula, que é forma mais utilizada do óleo de cártamo, virou febre no mundo da suplementação, devido às promessas de queima de gordura e emagrecimento. As cápsulas de óleo de cártamo entraram até na vida de pessoas que nem praticam atividade física… Grande erro!

Segundo as pesquisas, o óleo de cártamo é sim eficiente na manutenção de peso, devido à sensação de saciedade, e na ação de eliminar gorduras acumuladas. Porém, a ingestão de cápsulas de óleo de cártamo por si só não faz milagres. Para que o óleo de cártamo tenha efeito na definição da silhueta, é preciso primeiramente melhorar a alimentação e praticar atividades físicas com regularidade.

Por isso, procure apoio profissional para adequar a sua rotina e encaixar o consumo de óleo de cártamo nela. A mesma medida vale com relação aos cuidados com a beleza, onde o ideal é que um dermatologista seja consultado para avaliar se não existem problemas mais graves de pele e de cabelo, que poderiam se agravar com a aplicação do óleo.

Para os demais tratamentos de saúde, o respectivo médico especialista deverá ser consultado. Esperamos que tenham gostado das dicas e até a próxima!

Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook