Óleo essencial de pimenta-do-reino: detox e anticâncer. Veja usos e benefícios

A pimenta-do-reino (Piper nigrum) é a semente da pimenteira, árvore da Índia, uma das especiarias de uso culinário mais usadas no mundo.

Antigamente, a pimenta era usada como conservante de alimentos, pois ela impede a degradação fácil deles. Mas é também uma especiaria aromática de vasto uso medicinal.

Talvez você não saiba que o óleo essencial extraído da pimenta-do-reino tem muitas propriedades medicinais. Seu princípio ativo mais importante é a piperina, com ação digestiva e antioxidante comprovada cientificamente.

Mas tem muito mais! Fique sabendo!

Benefícios cientificamente comprovados

Outros benefícios comprovados do óleo essencial de pimenta-do-reino são:

piper nigrum

Ação anticâncer

Uma das ações interessantes deste óleo, que está sendo bastante pesquisada, é a sua atividade anticancerígena muito promissora pois, os compostos derivados da pimenta-do-reino impedem a proliferação de células cancerígenas em humanos.

Parar de fumar

O uso do óleo da pimenta-do-reino como aromático ajuda na redução do “desejo de fumar” e diminui sintomas de ansiedade naqueles que estão tentando largar este vício. Este é considerado um dos melhores óleos essenciais para tratamentos do sistema nervoso.

Detox

Seu efeito detox – desintoxicante do organismo – atua por sua ação diurética, aumentando a vontade de urinar, o que remove o excesso de toxinas no corpo, reduzindo inchaços e inflamações. Por este seu efeito, o óleo de pimenta-do-reino atua na redução da pressão arterial.

Regula os níveis de açúcar no sangue

Outro benefício não menos importante é a regulagem dos níveis de açúcar no sangue, redução de inflamações e melhora da função hepática dos que consomem pimenta-do-reino (ou seu óleo essencial) regularmente.

Esta ação sugere que a piperina melhora e reduz os sintomas da síndrome metabólica, função colateral à sua ação detox.

Aromaterapia

O uso aromaterápico do óleo essencial de pimenta-do-reino, pela estimulação olfativa, tem forte atuação como estimulante do apetite, facilitando a deglutição de pessoas com dificuldades nessa área resultante de problemas neurológicos. Esta ação se deve a que a piperina ativa o córtex insular (orbifrontal) e favorece os movimentos de deglutição reflexiva.

A inalação e ingestão do óleo de pimenta-preta ativa o córtex insular ou orbitofrontal, resultando na melhoria do movimento de deglutição reflexiva tanto em adultos quanto em bebês prematuros.

Conservação de alimentos

Na conservação de alimentos os melhores óleos foram os de pimenta-preta e de pimenta-verde, ambos da mesma planta com as sementes em diferente fase de maturação. Esses dois óleos essenciais da Piper nigrum demonstraram poderosa ação anti-microbiana, antibacteriana e anti-fúngica, inibindo o crescimento de bactérias no meio orgânico usado no teste.

Esse estudo comprova a razão de se usar, ancestralmente, a pimenta preta como conservante na alimentação humana.

Como usar o óleo essencial de Piper nigrum?

Você poderá usar o óleo essencial

  • tanto para ingestão (desde que seja de boa qualidade, claro)
  • como para inalação (em difusores de ambiente)
  • ou, diretamente na sua pele. O uso tópico na pele causa aquecimento no local pela ação rubefaciente (ativação da microcirculação) o que é benéfico para os casos de dores musculares e reumáticas.

Agora que você descobriu os usos medicinais do óleo da pimenta-do-reino, vai amar ainda mais essa especiaria, não é verdade?

Compartilhe!

Sobre pimentas, talvez te interesse ler também:

PIMENTA: OS DIVERSOS TIPOS E TODOS OS BENEFÍCIOS

PIMENTA: O REMÉDIO NATURAL PERFEITO CONTRA DORES, ESTRESSE E TAMBÉM PARA EMAGRECER

PIMENTA CONTRA A OBESIDADE

Sobre Redação GreenMe

Redação GreenMe
greenMe.com.br é um site de informação sobre meio ambiente e saúde, criado para levar ao grande público, a consciência de que um mundo melhor é possível, através de um comportamento respeitoso com todas as formas de vida.

Veja Também

Azedinha

Azedinha ou Vinagreira: Propriedades, Usos e Contraindicações

A azedinha (Rumex acetosa) é também conhecida com outros nomes como azeda, vinagreira, azeda-de-ovelha e …