Por que estou angustiada? Conheça os remédios caseiros para aliviar este mal

  • atualizado: 
angustia remedios caseiros

A angústia é uma sensação de buraco no peito, uma dor indefinida que atinge a alma, que a gente nem sabe de onde vem - dá um nó na garganta, embrulha o estômago, aperta o coração, tanto, que até parece que a gente vai sucumbir. Angústia é dor que a gente não sabe sentir.

O pior é que a angústia vem junto com outros sentimentos também ruins: de medo, ansiedade, instabilidade, insegurança, inquietação e desassossego que não deixam a gente se reequilibrar.

Mas não é só isso, não! Uma angústia muito forte pode mesmo te quebrar o coração, parar a respiração, derrubar, literalmente, no chão. É uma doença, sim, e tem tratamento. É um mal do emocional e, sim, tem o que possa ser feito.

Sintomas de angústia são:

  • Dor no peito
  • Aperto doloroso na garganta
  • Aceleração dos batimentos cardíacos
  • Sensação de sufocamento com suores frios e dificuldade real de respirar
  • Nervosismo, inquietação, agitação
  • Pensamentos negativos
  • Ataques de ansiedade e pânico

Os sinais ou sintomas de angústia acontecem quando o nosso cérebro não consegue driblar a pressão que estamos sofrendo interna ou externamente, em momentos de maior estresse. Este é um mecanismo normal que o cérebro possui mas, que pode falhar porque nos habituamos a “sentir angústia” como uma forma de “fugir ao enfrentamento dos problemas”.

E aí é que a angústia se transforma em doença, patologia, neurose - quando essas sensações ruins passam a nos dominar.

Dizem que isso é coisa de gente mais sensível, ou de gente mais frágil - é bem possível mas, também os sensíveis e os frágeis como nós podem aprender alguns truques de fortalecimento, isso é certo!

Tratamento alopático para angústia

A medicina ocidental farmacêutica preconiza o tratamento de angústia com medicamentos ansiolíticos, antidepressivos e até analgésicos - sim, e isso se explica porque a angústia provoca dor real.

Esses medicamentos de farmácia buscam alterar a nossa percepção da dor das quais a síndrome fibromiálgica é uma das mais recorrentes mas também, as enxaquecas e nevralgias de origem nervosa.

Outros medicamentos usados são os reguladores de humor.

Quando esses medicamentos falham os resultados são os piores pois, intensificam-se a tristeza, a desesperança e a ansiedade.

Como superar a angústia

Para a superação natural dos momentos de angústia, nas terapias alternativas são recomendadas algumas práticas como:

  • Reflexão sobre o que origina a angústia (para cada um de nós o motivo é único)
  • Trabalhar o pensamento positivo - todos os dias o sol nascerá mesmo que ontem tenha feito chuva
  • Tomar consciência do processo de respiração focalizando na diluição das nuvens de angústia na região do cardíaco
  • Meditação
  • Caminhadas ao ar livre
  • Exercícios leves e rotineiros

Palestra que ajuda

No vídeo a seguir você poderá ouvir a palestra do terapeuta transpessoal Alexandre Xavier de Camargo que, com sua voz suave e relaxante, já é uma boa ajuda para momentos de angústia:

Como você pode ouvir no vídeo acima, os transtornos da angústia podem, muitas vezes, ser causados por nosso cérebro quando está em uma encruzilhada que nos deixa indecisos e com medo do futuro.

A dor no peito, tão característica da angústia, tem a ver com o “criarmos uma barreira no peito, uma proteção ao sentir” e, justamente é o tomar consciência da respiração, o abrir o peito sem medo, a massagem suave circular no peito, são fatores que podem aliviar as sensações de angústia.

4 passos curativos para os transtornos da angústia

Uma técnica interessante é o autocondicionamento cerebral que busca “ensinar ao cérebro” uma maneira mais saudável de lidar com essas sensações.

Essa técnica, que você pode aprender em detalhes aqui na Terapia Sem LImite pode ser feita por você, em casa, mas requer persistência e firmeza pois, nosso cérebro é mestre em encontrar rotas de fuga ou então, pode ser orientada em consultório.

Para se conseguir um autocondicionamento efetivo do nosso cérebro, é preciso também se alcançar:

  • Relaxamento Efetivo - ajustando a frequência do cérebro para a eliminação dos pensamentos circulares e negativos.
  • Alimentação Consciente - alterar seu regime alimentar para favorecer a ingestão dos nutrientes necessários para o bom funcionamento cerebral
  • Sono Reparador - aprender a dormir bem
  • Exercício de Baixa Intensidade - essa prática ajuda na limpeza dos pensamentos, transformando-os em positivos, liberando pressões e condicionamentos estressantes.

Plantas que nos ajudam a tratar da angústia

Algumas plantas são mestras para os casos de angústia, por seus princípios ativos e aromáticos. Dentre estas podemos citar:

  • alfazema
  • alecrim
  • capim-santo
  • cidrão ou erva-luiza
  • sálvia
  • sândalo
  • canela
  • melissa
  • camomila
  • laranja
  • mexerica
  • limão
  • louro

Destas você pode usar os óleos essenciais, os chás, os defumadores, como coadjuvantes em seu tratamento escolhido e, de todas, a que eu indico como erva primeira é o alecrim, com sua energia solar, que pode ser usada na forma de água de alecrim (mergulhe um ramo de alecrim fresco em uma jarra de água e tome durante o dia).

Especialmente indicado para você:

seta BERGAMOTA: UM VERDADEIRO TESOURO PARA A SAÚDE DA MULHER

seta ALECRIM: O CHÁ QUE ALEGRA A ALMA E CURA O CORPO

seta A RECEITA DO ELIXIR DE ALECRIM E SÁLVIA: CONTRA ESTRESSE E PERDA DE MEMÓRIA

seta SÂNDALO, UM CHEIRO BOM PARA A ALMA E A SAÚDE

Fonte foto capa: opas.org.br