Espinhas nas Costas - Causas e Tratamento Caseiro

  • atualizado: 
espinhas nas costas

A pele é nossa proteção. Quando nos expomos à impurezas internas e externas afetamos a nossa saúde. A pele, reflete a saúde de nosso corpo. Os sinais que surgem na pele revelam distúrbios, desequilíbrios e doenças que afetam nosso organismo.

As causas das espinhas, em partes de nosso corpo, pode ter várias causas: alimentação inadequada, distúrbios hormonais, uso de medicamentos, falta de higiene, entre outros.

Para a profilaxia e cuidados com as causas e consequências do problema de espinhas e acnes, precisamos primar por uma alimentação adequada, cultivar hábitos saudáveis para manter nosso sangue livre de impurezas, pois, isso refletirá em nossa pele.

Vamos saber mais sobre esse assunto:

1. Espinhas nas Costas

 

O que são, como são e em que idade são frequentes

A espinha é uma obstrução da glândula sebácea que impede a saída da oleosidade, transpiração e impurezas da pele, ficando estas retidas, dentro de um cisto na pele.

Em casos graves e/ou mal cuidados, as espinhas podem provocar infecção, inflamação e dor.

Se nossos poros estão obstruídos e nossa pele está excessivamente oleosa e com impurezas, surgirão as espinhas, revelando que precisamos dar mais atenção à nossa saúde. 

As espinhas nas costas ocorrem, com frequência, em jovens mas podem aparecer em adultos com tendência a ter esse problema, durante a gravidez ou na fase menstrual, devido às alterações hormonais. 

As costas é uma parte suscetível a ter espinhas, devido a ficar menos exposta e arejada, retendo mais suor, sujeira e oleosidade.

Outro fator que aumenta a propensão a ter espinhas nas costas é a dificuldade de acesso a essa área, impedindo de fazer uma boa limpeza e desobstrução dos poros.

Algumas atitudes desencadeiam as espinhas e podem ser podem: uso de cosméticos que obstruem os poros da pele; consumo exagerado de doces, frituras e bebidas gaseificadas que desencadeiam a inflamação das espinhas.

Outro aspecto que tem relação com o aparecimento de espinhas e o excesso de oleosidade excessiva nas costas é a seborreia no couro cabeludo.

A seborreia (excesso de oleosidade do couro cabeludo) acaba se estendendo aos cabelo e às áreas próximas da cabeça.

2. AS POSSÍVEIS CAUSAS

Alguns fatores que desencadeiam as espinhas e as acnes estão relacionados às seguintes causas:

  • Aumento da oleosidade, muitas vezes, sob influência hormonal ou alimentar
  • Obstrução dos polos, por excesso de impurezas
  • Alimentação inadequada, constituída por farináceos, industrializados, doces, refrigerantes e carnes
  • Presença de microrganismos na pele
  • Utilização excessiva de cosméticos e/ou medicamentos
  • Uso demasiado de roupas sintéticas, que impedem o fluxo de transpiração da pele
  • Acúmulo de células mortas por higienização inadequada
  • Reação ao uso do corticoides, anti-inflamatórios e outros medicamentos
  • Tomar muito Sol, principalmente, entre 10 e 15 horas, período, no qual, que ocorre a incidência da radiação UV, que estimula, de forma intensiva, a oleosidade em nossa pele
  • Predisposição genética
  • Reação imunológica de nosso organismo desencadeada por estados inflamatórios ou alérgicos
  • Aumento da progesterona, que intensifica a oleosidade na pele, e pode ocorrer, principalmente, durante a gravidez
 

3. TRATAMENTOS

 

Como evitar e/ou acabar com as espinhas

Algumas ações profiláticas podem ajudar a sanar o problema das espinhas na pele, aliadas, é claro aos cuidados com alimentação, hábitos e higiene.

Vamos listar alguns:

  • Lavar a pele com sabonete, com fórmula à base de ácido salicílico e enxofre e fazer uma leve esfoliação nas costas, com bucha vegetal
  • Não deixar o cabelo úmido e com creme, em contato com a pele das costas
  • Evitar usar roupas muito apertadas ou ficar muito tempo, com as mesmas, molhadas ou suadas
  • Ter uma alimentação a base de frutas, legumes, cereais e grãos
  • Não consumir frituras, conservas, carnes, farinhas processadas, alimentos industrializados e doces
  • Manter a pele limpa e arejada, com frequência
  • Evitar usar maquiagem, pois tampa os poros da pele e, com isso, a oleosidade do corpo vai ficando acumulada, provocando o surgimento de espinhas
  • Em casos graves, existem técnicas de cura, como: radiofrequência, fototerapia com luzes especiais, laser e luz pulsada que diminuem a inflamação provocadas pelas espinhas e substituem os medicamentos, como anti-inflamatórios, corticoides e antibióticos.
 

4. TRATAMENTOS CASEIROS

 

Receitas caseiras para o tratamento de espinhas

  • Polpa de tomate: Corte um tomate ao meio e esfregue nas costas, onde tiverem as espinhas, deixe agir por 15 minutos e depois enxague.
  • Chá de alecrim: Faça chá de alecrim e deixe ficar morno, em seguida, umedeça gases ou algodão com o chá, então, coloque sobre as espinhas durante 20 minutos.
    Se a área a tratar for extensa, pode-se usar uma toalha pequena.Repita esse procedimento duas vezes ao dia.
  • Purê de batata: Prepare um pouco de purê de batata e acrescente 2 dentes de alho bem ralados.
    Misture tudo e aplique sobre as costas, deixando agir por 30 minutos.
  • Bicarbonato de sódio: Misture 3 colheres de sopa de bicarbonato de sódio e um pouco de água, em seguida, aplique a mistura na região da pele afetada e deixe agir durante 5 minutos. Depois, esfregue as suas costas, com movimentos circulares. O bicarbonato eliminará as células mortas que obstruem os poros da pele e causam as espinhas.
  • Açafrão: O açafrão desintoxica a pele. Reserve 1 colher de sopa de açafrão em pó (ou mais, se a área a tratar for extensa), acrescente 3 colheres de chá de água, misture e aplique uma camada uniforme e fina, na área da pele a ser tratada. Deixe secar, em seguida lave as costas com sabão de coco ou neutro, por exemplo, de glicerina vegetal.
    Enxague com água morna. Devido à coloração do açafrão, a pele poderá ficar amarelada, por isso recomenda-se fazer esse procedimento, antes de dormir.

 

 5. COMO EVITAR QUE AS ESPINHAS RETORNEM

A profilaxia e o tratamento são importantes, mas de nada adiantam se após a eliminação das espinhas, continua-se a repetir os mesmos hábitos e atitudes que as causaram e/ou não se mantém os cuidados necessários para evitar que retornem.

Reforçando: a manutenção de hábitos de alimentação saudável, higiene da pele e uma vida mais natural ajudam a evitar o reaparecimento de espinhas, mesmo naqueles que têm propensão a ter esse problema.

6. EM SÍNTESE, O QUE É NECESSÁRIO PARA TER UMA PELE SAUDÁVEL?

Tirar alimentos que são inflamatórios para a pele, como: leite e derivados, doces, gorduras, carboidratos, carnes e frituras, pois estes aumentam a probalidade do surgimento de acne e espinha.

Esses tipos de alimentos alteram a produção hormonal e prejudicam o sistema imunológico de nosso organismo.

Ter uma dieta rica em frutas, legumes, verduras, cereais e grãos, alimentos que têm efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios, para o nosso organismo.  

Hidratar o corpo, ingerindo, pelo menos 1 litro de água, por dia, isso tem, também, um efeito purificador para o nosso corpo.

Manter a pele limpa, utilizando um sabonete neutro de base vegetal, para retirar o excesso de oleosidade, impurezas e células mortas.

7. ALIMENTAÇÃO É A BASE DA CURA

E, para ilustrar este conteúdo, segue o depoimento de como Camila Victorino, do Pensando ao Contrário, ficou livre do problema de acnes e espinhas.

Ela fez de tudo, mas, ao focar na alimentação, conseguiu, de forma efetiva, solucionar a causa desse problema, que a afligia!

Assistam o vídeo: CUREI minha ACNE com VEGANISMO e vejam como isto aconteceu.