Gato, cachorro na cama? Veja motivos a favor e contra

dormir-com-pet

Muita gente se sente sozinha ou é por demais apaixonada pelo seu gato, cachorro. Outras moram em uma kitnet tão pequena que o jeito é mesmo dormir com o pet na cama. Existem mil e um motivos para deixar, ou não, os melhores amigos do homem dormirem conosco. Vejamos os prós e os contras desse hábito:

Prós

 

Cada um sabe de si

Em primeiro lugar talvez seja melhor deixar claro que cada um sabe de si e do seu pet então, vai da opinião de cada um deixar o gato, cachorro dormirem seja na própria cama do dono, seja em uma caminha para o pet colocada no chão do quarto. Assim todos dormem juntos mas, nem tanto.

É gostoso e basta

Podem existir mil razões contra dormir com os pets na cama mas o prazer não tem preço, o quentinho do animal, o amor, o cheirinho enfim, quem gosta gosta e não precisa se explicar :)

Dormir com um cãozinho ou gatinho nos dias mais frios é uma delícia… talvez disso ninguém discorde!!!

Medo

Quem tem medo do escuro, do ladrão, é ansioso, enfim, existem vários motivos para se sentir mais seguro dormindo com um guardião ao lado.

Contras

 

Limpeza é fundamental

Mas garantir a limpeza dos pets é didicil até mesmo para aqueles que moram em apartamento pois eles estão sempre em contato com o chão, farejando e lambendo coisas “estranhas”.

Limpar as patas com lenços umidecidos ajuda a manter a higiene, assim como fazer banhos semanais.

Deve-se garantir que os bichinhos estejam livres de parasitas como pulgas e carrapatos pois, parasitas como esses, além de causar desconforto e doenças aos cães, também podem nos dar alergias. Além do mais, caso estejam com alguma pulguinha, irão se coçar a noite toda atrapalhando o sono do tutor.

Sono

Aliás, falando em sono, cães e gatos fazem seus donos perderem 90 minutos de sono por dia. É o que revelou uma pesquisa feita no Reino Unido. Latidos, miados, coceiras, acordar de sobressalto no meio da noite são os motivos comuns pelas noites maldormidas com os pets.

Alergias

Pessoas com alergias ou hipersensibilidade a odores não devem deixar os cães dormirem na cama diretamente. O mais recomendado nestes casos, é que estejam em outro ambiente da casa, mas se for irresistível deixá-lo fora do quarto, o mais indicado é que estejam na caminha deles no chão.

Crianças e animais de estimação

E quanto aos bebês e crianças pequenas? Em um estudo publicado na Pediatrics, resulta que o contato de crianças com cães e gatos no primeiro ano de vida delas, diminui a incidência de doenças respiratórias. Outros estudos sugerem o mesmo: ter cães e gatos em casa melhoram a imunidade da criança pois estas apresentam menos resfriados, menos infecções de ouvido e precisam de menos antibióticos em seus primeiros anos de vida em comparação às crianças que não crescem com animais de estimação em casa. Mas nem todas as crianças são iguais e em casos de crianças com asma, por exemplo, ter um animal não lhe faria bem. É sempre bom pedir conselho a um pediatra competente e de sua confiança, principalmente no caso de deixar a criança dormir com o animal pois, como dissemos acima, a limpeza é muito difícil de ser garantida. 

Siga as dicas

O ideal é que cada tutor escolha o que achar melhor, não há regras quanto a isso, porém devemos estar sempre ligados nessas dicas importantes para que nosso sono não seja prejudicado, nem tampouco a nossa saúde.

Agradecemos a colaboração da médica veterinária Júlia Flórios do Chama o Veterinário.

 

Leia mais sobre cães e gatos:

OLHOS MUITO LACRIMEJANTES EM CÃES, O QUE PODE SER?

ALERTA DO FDA: ADOÇANTE XILITOL PODE SER MORTAL PARA CÃES

LISTA DE ALIMENTOS SAUDÁVEIS PRA CACHORRO (LITERALMENTE)