Em Amsterdam há bicicletas demais

Em Amsterdam há bicicletas demais

Amsterdam tem um problema que a maioria das cidades só podem sonhar em ter: a cidade tem muitas bicicletas e espaços oficialmente acabados, para guardá-las. Para isso, a cidade acaba de anunciar um plano para cavar uma garagem subterrânea com 7.000 lugares, para que o veiculo ecológico continue sua invasão pela cidade.

Ele será construído sob o lago IJ, que forma um fosso em torno da Estação Central da cidade, o ponto de trânsito principal, que pode ser conectado a uma galeria aquática em direção ao metrô.

Amsterdam também planeja criar duas novas ilhas flutuantes com espaços para 2.000 bicicletas cada. Adicionado aos 2.500 lugares existentes na cidade, em breve terá a maior quantidade de estacionamento para bicicletas em todo o mundo.

Na maior cidade dos Países Baixos, de fato, agora todos se deslocam com a bicicleta. 57% dos moradores usam a bike todos os dias, 43% vão de casa para o trabalho sobre os pedais. Certamente, como explicou cityLAB, o que ajuda muito é o fato da cidade ser plana e haver ciclovias compactas e seguras. O centro é tão “infestado” por bicicletas estacionadas, que em 2013 foram removidos 73.000 veículos automotivos das estradas.

Ali até mesmo as mercadorias são transportadas para os bares, restaurantes e empresas de catering, graças às bicicletas de carga, com três rodas movidas a energia solar. Trata-se do projeto Foodlogica, criado para permitir a escolha de comprar alimento completamente sustentável e com ingredientes locais. É por isso que oferecer mais estacionamentos à cidade, não é uma escolha, e sim uma necessidade.

Vamos sonhando!

Leia também: Em Tóquio, um incrível estacionamento para bikes