As incríveis baratas-d’água gigantes super predadoras: comem de tudo, até serpentes

As incríveis baratas-d’água gigantes super predadoras: comem de tudo, até serpentes

Nem todos os insetos são as pequenas presas da cadeia alimentar. Alguns, aquáticos, são tão grandes que podem comer tartarugas, patos e até serpentes venenosas!

O incrível trabalho de pesquisa sobre baratas-d’água é de Shin-ya Ohba, professor adjunto da Universidade de Nagasaki.

Como as aves de rapina, ou como os grandes predadores da savana, esses insetos realmente comem tudo o que encontram pela frente, depois de aguarem suas presas com paciência e astúcia. E elas, as incríveis baratas d’água, estão em todo o mundo, em um grupo com cerca de 150 espécies conhecidas.

Ficou curioso? Saiba mais sobre esse inseto incrível:

Tipos de barata d’agua

Os maiores exemplares, de nome científico Lethocerus grandis e Lethocerus maximus, vivem na América do Sul e podem exceder 10 centímetros de comprimento. Grandes, portanto, gigantes se pensarmos que eles são “apenas” insetos, mas não enormes em um sentido absoluto (certamente não como os da pré-história).

No entanto, essas criaturas extraordinárias não têm medo de nada. Elas atacam a presa mais impensável, até mesmo as tartarugas.

E quem preda elas? O homem!

Em alguns países asiáticos como a Tailândia e o Vietnã as baratas d’água são consideradas uma iguaria gastronômica.

Insetos aquáticos, mas não peixes

Na verdade, as baratas d’água respiram o oxigênio do ar, mas se acomodam nas plantas aquáticas e o fazem “mergulhando” através de uma espécie de bocal localizado em suas costas. Desta forma, elas esperam pacientemente por suas presas, e as atacam assim que elas estiverem suficientemente perto.

barata d agua predando

Foto: Entomological Science

Preda forte

E a predação é terrível: essas baratas d’água são agressivas, rapidamente sacodem suas patas dianteiras e agarram a criatura com as outras. A essa altura, elas perfuram suas presas com uma tromba semelhante a um punhal, injetando enzimas e, às vezes, substâncias químicas anestésicas. A este ponto, o “cozimento” está pronto e a comida pode ser degustada com calma.

Para presas maiores, a refeição pode durar várias horas.

Picada de barata d’água

Esse inseto que parece inofensivo diante do homem, é também conhecido como “mordedor do dedo do pé”. 

Pode se fingir de morto, só esperando o momento certo para dar o bote, utilizar suas mandíbulas resistentes e fragilizar o tecido da presa, injetando enzimas anestésicas que após seu efeito, causam uma dor extrema, podendo resultar até em paralisia.

Essa dor pode demorar até 5 horas para passar, por isso é necessário tomar muito cuidado com esse animal inteligente e estrategista.

Barata d’água transmite doença?

Várias notícias já se espalharam afirmando que o inseto causaria doenças em humanos.

Em 2016, imagens de fungos na pele de pessoas viralizaram (associadas a este inseto), mas a verdade é que, apesar de sua picada dolorida, a barata d’água é inofensiva para os humanos.

Barata d’água voa?

As baratas-d’água podem sair de seu habitat a noite para se acasalarem. Esses animais evoluíram orientando-se pelas estrelas, e costumam ser atraídos por luzes brilhantes.

Para acasalarem, os machos fazem a sua dança com movimentos periódicos próximo a superfície da água gerando ondulações, então ao serem atraídos pela luz brilhante artificial se desorientam, voam em espiral e depois morrem de exaustão próximo àquela luz na terra.

Machos protetores

Mas aqui está uma raridade do mundo dos insetos: as baratas-d’água machos são os principais responsáveis pelo cuidado dos ovos. Algumas vezes, para garantir a preservação da espécie, as fêmeas colocam seus ovos diretamente nas costas dos machos protetores.

barata d agua 2

Devemos matar barata d’água?

Vale lembrar que não devemos matar nenhum animal!

Em específico, a barata d’água é um predador de topo de cadeia muito importante para o equilíbrio da fauna aquática.

Como matar barata d’água?

Se, e somente se, for muito necessário matar esse tipo de inseto basta retirá-lo da água e mantê-lo fora por algum tempo, tomando os cuidados de não tocar diretamente no animal e lembrando que ele é esperto e pode se fingir de morto.

Existe barata d’água no Brasil?

Sim! E apesar do nome lembrar as baratas comuns, essa espécie na verdade são grandes percevejos aquáticos.

Encontradas em quase todo o mundo apresenta cerca de 150 espécies conhecidas e apresentam outros nomes dependendo da região:

  • arauemboia,
  • bota-mesa
  • pica-dedo e
  • escorpião-d’água
  • escorpião-de-água.

O Brasil possui muitos rios favoráveis para essa espécie, logo podemos encontrar bastante em regiões de água doce.

A importância das baratas d’água na natureza

Se as características da barata d’água fizeram com que você não simpatizasse com esse incrível inseto…. saiba que a barata-d’água, assim como qualquer outra espécie, tem seu importante papel na biodiversidade da Terra.

Baratas-d’água vivem em águas doces e limpas.

Podemos conservar ecossistemas inteiros por meio da conservação de baratas-d’água gigantes“, diz Ohba ao National Geographic, referindo-se ao fato que este inseto pode ser predado por espécies invasoras, como os lagostins e as rãs-touro, que conseguem proliferar em águas menos limpas ou poluídas.

Serpentes venenosas que se cuidem! Até mesmo um inseto pode se alimentar de vocês. Davi e Golias realmente existem na natureza.

E esse nem é o primeiro caso!

Leia também:

Vídeo barata d’água comendo uma serpente

A descrição do vídeo diz se tratar de um inseto aquático gigante de 3 cm (Belostomatídeo, provavelmente gênero Lethocerus, ou seja, uma barata d’água) que dilacerou com sua parte bucal uma cobra-liga de 10 cm (gênero Thamnophis).

E para finalizar há quem se alimente das “terríveis” baratas-d’água. Às vezes são elas é que viram presas: de peixes grandes, tartarugas, patos e até de gente, pois há quem aprecie este inseto frito!

Veja um dos trabalhos de Shin-ya Ohb no link da publicação na revista -> Entomological Science.

Talvez te interesse ler também:

“Grávidos”: cavalo-marinho macho pode gestar e dar à luz aos seus filhotes

Budião: uma das espécies marinhas mais bonitas da fauna brasileira

Como afastar cobras deixando o quintal menos atrativo a elas

Polvos e caranguejos têm sentimentos. Não devem ser cozidos vivos

Voltamos ao clima do Plioceno: CO2 alto como há 3 milhões de anos. Um estudo chocante

Descoberta Menara, a árvore tropical mais alta do mundo

Trinta cisnes encontrados mortos por causa do pão jogado por turistas

Fonte foto

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *