Emocionante: vídeo mostra tartarugas-marinhas sendo salvas por pescadores no litoral catarinense

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Pescadores que trabalhavam na praia de Araranguá, em Santa Catarina, encontraram 5 tartarugas-marinhas presas em redes de pesca antigas e cordas. Eles não pensaram duas vezes e correram para soltá-las e devolvê-las ao mar. O registro foi feito por eles através de um vídeo publicado no jornal da região.

O salvamento das 5 tartarugas-marinhas da espécie Olive Ridley ocorreu no dia 13 de maio, quando os heróis pescadores chegavam para trabalhar. No vídeo feito por eles, um dos pescadores falou que as tartarugas estavam presas em redes de pesca e cordas que estavam enroladas nessas redes.

O vídeo dos pescadores levando as tartarugas no colo para o mar, é emocionante e foi publicado na TV Sul Catarinense:

Cerca de 40 mil tartarugas morrem todos os anos por causa das redes de pesca. A pesca ilegal é uma das causas que levam as tartarugas-marinhas à extinção. Se os pescadores não tivessem chegado a tempo, provavelmente essas 5 tartarugas entrariam para essa estatística. No entanto, elas puderam ser salvas!

De acordo com informações do site Razões para Acreditar, as tartarugas da espécie Olive Ridley retornaram à Índia durante a quarentena para fazerem ninhos. Eles eclodiram após um mês, fazendo com que cerca de 20 milhões de filhotes nascessem e pudessem nadar tranquilamente para o mar.

Estima-se que de cada 1000 filhotes de tartarugas-marinhas, apenas 1 ou 2 consigam atingir a maturidade. Esse é mais um indicativo do porque é tão importante ajudar esses animais.

A quarentena pode ser muito ruim para nós, mas vem se mostrando uma boa opção de recuperação de alguns ecossistemas. Além disso, a bondade dos pescadores dessa história serve como exemplo de empatia e compaixão, qualidades que precisamos resgatar e levar adiante se quisermos nos salvar.

Talvez te interesse ler também:

O isolamento social permitiu que 97 tartarugas-pente nascessem tranquilamente em Pernambuco

México: duas tartarugas encontradas com tumores enormes por causa da poluição por metais pesados

Balões, etiquetas e 104 pedaços de plástico encontrados no estômago desta pequena tartaruga

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook