Tribos isoladas na Amazônia sinalizam para a barbárie do homem

Tribos isoladas na Amazônia

E a situação na fronteira internacional da Amazônia fica, dia a dia, mais tensa. Após os recentes assassinatos de lideranças, como Edwin Chota, do lado peruano, índios dessa região tem sido vistos na parte brasileira da floresta.

Em junho já houve um encontro entre uma tribo isolada e agentes da FUNAI, na região do Acre. Agora, novos índios da mesma tribo – que, segundo especialistas, correm risco de extinção – foram localizados em área próxima ao primeiro evento, também no território brasileiro.

O que ocasiona a migração de índios?

O que se percebe, do deslocamento desses povos, é que ocorre por conta de ataques de invasores, no Peru. Então, se sentindo ameaçados, começam a migrar para o Brasil. 20 pessoas, entre mulheres, homens e crianças, foram encontradas dessa vez, estando em condições de saúde muito fragilizada, já que sofriam de graves infecções respiratórias. Agora, felizmente, se encontram com quadros estáveis de saúde, após serem mantidos em quarentena.

Autoridades ineficazes na proteção indígena

As autoridades peruanas vêm sendo criticadas de forma dura, por acreditar-se que não estão oferecendo a proteção adequada a esses indivíduos. Segundo os índios, os ataques sofridos foram violentíssimos e dizimaram todos os anciãos da tribo, queimando suas casas e atirando neles – segundo um intérprete indígena – havia casos de três corpos serem alocados em uma mesma fossa.

Atualmente, há em vigor um acordo bilateral de cooperação entre Brasil e Peru, para fortalecer a proteção dessa tribo, que se vê ameaçada por madeireiros, traficantes, empresários de gás e petróleo, entre outros.

As tribos isoladas

Tribos isoladas são, hoje, vistos como os povos mais vulneráveis do planeta. Isso ocorre, porque não desenvolveram imunidade a uma série de doenças – incluindo a gripe e sarampo, por exemplo – e ainda correm risco com o homem branco e seus objetivos predatórios.

A reflexão mais marcante desse processo trágico foi lançada por Stephen Corry, Diretor da Survival International, que desabafou: “ O que vai ser preciso para que o governo peruano realmente proteja o território dessas tribos corretamente?”

Leia também: Edwin Chota: um dos ativistas assassinados que defendiam a floresta amazônica

Fonte fotos: fotospublicas.com