Biodiversidade

Rede global para salvar insetos polinizadores. Mais de 1 milhão de participantes!

polinizadores
  • por Deise Aur

Insetos polinizadores como as abelhas, são de vital importância para a preservação da vida em nosso planeta. Sem eles a polinização e as plantas deixam de existir. Não havendo plantas, se exinguem todos os seres vivos no planeta! É hora de agir e as pessoas, felizmente, estão acordando para essa realidade.

França proclama a Declaração dos Direitos das Árvores

Direitos das Árvores
  • por Eliane A Oliveira

As árvores também têm direitos na França! Contra os maus-tratos e pela preservação das árvores, a Declaração dos Direitos das Árvores foi proclamada no Parlamento francês. Um documento histórico apresentado pelos ativistas da associação ambientalistas ARBRES, que desejam tornar-se universais e abrir caminho para uma nova legislação capaz de reconhecer a árvore como um ser vivo.

As incríveis baratas-d’água gigantes super predadoras: comem de tudo, até serpentes

barata-d'água gigante
  • por Redação

Nem todos os insetos são pequenos, fugazes e pouco visíveis, e nem todos os insetos comem alimentos minúsculos ao seu alcance. Alguns, aquáticos, são tão grandes que podem comer tartarugas, patos e até serpentes venenosas. O incrível trabalho de pesquisa sobre baratas-d'água é de Shin-ya Ohba, professor adjunto da Universidade de Nagasaki.

Descoberta Menara, a árvore tropical mais alta do mundo

  • por Redação

Chama-se Menara, tem cerca de 100,8 metros de altura e é a árvore tropical mais alta do mundo, até então desconhecida. Uma equipe de cientistas das universidades de Nottingham e Oxford acaba de fazer essa descoberta.

Por que você não deve recolher e levar pra casa as conchas do mar

conchas na praia
  • por Deise Aur

As conchas que aparecem vazias na areia da praia, antes abrigaram seres vivos como moluscos e animais de corpo mole, servindo como carapaças protetoras ou esqueletos externos para eles. Mesmo vazias, elas ainda continuam desenvolvendo um papel importante para o equilíbrio do ambiente no qual se encontram. Veja por que não é uma boa ideia recolher e levar para casa as conchinhas do mar, por mais bonitinho ou inocente que este gesto pareça ser.