Milhões de animais atropelados no Brasil. Como evitar atropelamentos

  • atualizado: 
animais atropelados

Com a crescente urbanização, o avanço das estradas e o desmatamento de grandes áreas verdes, os animais tendem a buscar proteção e alimentos em outros locais. Porém, infelizmente acabam encontrando a morte, ao tentarem atravessar as estradas.

Confirmando essa trágica e triste realidade, há o projeto de estudo de pós-doutorado desenvolvido por Alex Bager, oceanógrafo e ecólogo, que concluiu que mais de 2 milhões de animais morrem atropelados por ano em nossas rodovias!

Os números das estatísticas foram divulgados pelo O Globo, cuja reportagem completa você pode conferir AQUI.

Conheça as principais causas dos atropelamentos de animais, e quais são as soluções para prevenir e evitar que essa trágica estatística.

Causas de atropelamentos de animais

Devido à intervenção humana e ao avanço civilizacional pela prática da agricultura intensiva ou urbanização invadindo os ecossistemas, como florestas, cerrados e matas, os animais migram forçosamente para outras áreas em busca de refúgio e de um novo habitat, tendo para isso que enfrentar os perigos de atravessarem as estradas.

O que fazer para reverter esse quadro de atropelamentos de animais?

Segundo explicou para O Globo o ecólogo Alex Bager, seria de vital importância que os governos federal e estaduais levassem em conta as questões ambientais antes de construírem as estradas.

Uma medida que poderia ajudar a reverter essa situação, seria reduzir limites de velocidade em vias dentro ou próximas a unidades de conservação.
 
Já a bióloga Fernanda Abra para contribuir com a prevenção de acidentes com animais criou a startup ViaFauna, que faz consultoria ambiental voltada ao manejo da fauna silvestre em rodovias, ferrovias e aeroportos do Brasil.

A ViaFauna foi lançada em julho de 2014 e, desde então, faz levantamento e monitoramento de fauna, gerenciamento de riscos para os animais e usuários da rede de transporte, assim como, realiza estudos para identificar espécies com maior tendência a risco de acidentes, além de oferecer medidas e ações para evitá-los.

As soluções apontadas por Fernanda Abra, seguem conforme explicação dela:  

“As principais soluções usadas hoje para diminuir o atropelamento de animais são a instalação de cercas ou barreiras nas margens das pistas e a construção de passagens subterrâneas.”

O trabalho de pesquisa de Fernanda ganhou o prêmio internacional Future For Nature 2019.

Solidariedade e atitudes de prevenção ao atropelamentos de animais

Não é só o poder público que pode alterar essa realidade, cada cidadão, ao se deparar com um animal atravessando uma estrada, pode evitar acidente e atropelamento, reduzindo a velocidade e pedindo para outros motoristas estacionarem os veículos, para o animal atravessar ileso. Veja dois exemplos disso a seguir: 

Bichos-preguiça atravessam rodovia em Bertioga

Os motoristas ao verem dois bichos-preguiça atravessando uma rodovia em Bertioga, pararam seus veículos e o trânsito para que os animais passassem e atravessassem a estrada. 

Este surpreendente acontecimento e exemplo de solidariedade e compaixão ocorreu no dia 12/09/19, próximo ao bairro Jardim Ana Paula em Bertioga, no litoral de São Paulo. E quem registrou as imagens foi o motorista Aparecido Donizete Prazeres, de 57 anos, que ainda disse:    

“Foi uma surpresa. Nunca tinha visto algo igual.

Paramos porque achamos que era um acidente. Descemos do carro e, quando chegamos lá na frente, a pé, vimos as preguiças atravessando. Houve colaboração de todos os motoristas que estavam ali.

Coisa linda, da natureza.”

Vejam a cena deste acontecimento neste vídeo publicado no canal Só Notícia Boa.

Cobra atravessa rodovia em Porto Velho-RO

Ao verem uma enorme cobra atravessando a pista da rodovia BR 364 de Porto Velho-Rondônia, os motoristas pararam seus veículos para evitar dela ser atropelada.

Graças a essa mobilização, a cobra da espécie sucuri, com cerca de três metros de comprimento, conseguiu atravessar uma via de mão dupla e chegar ao outro lado da pista se embrenhando na mata, sã e salva! 

Vejam o vídeo publicado no canal Faro Fino mostrando o momento da enorme cobra atravessando a rodovia.

Compaixão Animal

Como visto, a base para evitar acidentes com animais nas vias públicas é a compaixão e o respeito para com os animais, seja em se tratando de ações preventivas coletivas - do governo que deve priorizar a vida com o crescimento sustentável em vez do desenvolvimento puramente econômico - ou individuais. O importante é primar pela proteção e preservação animal.

Talvez te interesse ler também:

APLICATIVO AJUDA A SALVAR ANIMAIS DE ATROPELAMENTOS

UM CORREDOR ECOLÓGICO PARA SALVAR PRIMATA NO AMAZONAS

MORADORES FAZEM TÚNEL PARA FOFÍSSIMOS PINGUINS NA NOVA ZELÂNDIA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!