Em vez de Black Friday, siga o movimento Green Friday!

  • atualizado: 
Green Friday

A Black Friday chegou e o consumismo aumentou devido às promoções! Muitas pessoas ficam em polvorosa querendo comprar até o que não precisam! Pensando nos prejuízos causados pelo consumismo desenfreado, propomos o Green Friday (Sexta-Feira Verde)!

Saiba mais com o que vem a seguir:

Sobre o Black Friday

A Black Friday nasceu nos Estados Unidos em 1953, instituída na sexta-feira após o Dia de Ação de Graças, com a intenção de promover as compras antes do Natal e que acabou se espalhando pelo mundo inteiro. 

O nome desse dia tem duas possíveis origens: uma é que o termo Black Friday nasceu na Filadélfia em referência ao trânsito congestionado devido às frenéticas compras dessa época e a outra origem do nome deriva dos livros de balanço financeiro das lojas, nos quais os lucros são registrados com caneta de tinta preta.

Black Friday no Brasil

A primeira Black Friday do Brasil se deu no dia 28 de novembro de 2010 e foi online, com a participação de mais de 50 lojas do varejo nacional.

Em 2013, a Black Friday brasileira teve seu recorde com faturamento de R$770 milhões em comércio online e os produtos mais buscados foram televisores e smartphones

Em 2014, a data gerou R$1,2 bilhão em vendas, somente na internet, consolidando assim a Black Friday como uma das datas que mais impulsionam o comércio online e o consumismo.

Assim como nos Estados Unidos, a Black Friday no Brasil acontece todo ano, na sexta-feira seguinte à 4ª quinta-feira de novembro. 

Manipulação de preços - gatilho mental para o consumismo

Um problema sério desencadeado pela Black Friday é a manipulação de preços dos produtos com o aumento alguns dias antes da Black Friday, abaixando no dia do evento, para passar a ideia que os preços despencaram e está havendo "megadescontos".

Concorrência desigual e, até, desleal

Os pequenos lojistas para não ficarem no prejuízo aderem a campanha da Black Friday, mesmo sem poderem, para não perder os  clientes, pois, as grandes lojas divulgam promoções mirabolantes! 

Com essa concorrência desigual, e até desleal, os comércios menores acabam ficando para trás e tendo prejuízos.

Black Friday e meio ambiente

É necessário lembrar que enquanto os grandes lojistas lucram bastante e os consumidores compram em demasia, estimulados pelas propagandas e promoções, o meio ambiente fica no prejuízo por causa da poluição atmosférica produzida pela produção e transporte das mercadorias.

Além desse impacto ambiental, são gerados inúmeros resíduos oriundos das embalagens dos produtos comprados: caixas de papelão, plástico, poliestireno e muitos outros materiais. Fora o desperdício provocado pela compra de algo que não se tem necessidade.

Abaixo a Black Friday!

Muitas pessoas se condicionaram a esperar a Black Friday para comprar o produto desejado com desconto. Mas, empolgados pelas ofertas, acabam comprando mais do que deveriam e mais do que precisam, sem pensarem no impacto ambiental que causam ao planeta. Por isso, em contrapartida, foi criado o Movimento Green Friday.

O que é Green Friday?

O movimento Green Friday surgiu há alguns anos na França, com a ideia da Envie, uma rede de empresas amigas do ambiente.

A Green Friday é uma alternativa que valoriza o "verde" em prol da Natureza, ao invés do "preto" do consumismo.

O movimento Green Friday busca informar os consumidores sobre a importância de comprar de forma consciente.
 
Faz parte da Green Friday as seguintes ações:

  1. O incentivo para o consumidor não se influenciar pelas promoções da Black Friday.
  2. Estimular as empresas a doarem 10% do volume de seus negócios do dia, à alguma associação ética e sustentável (pelo meio ambiente, pelos animais, pela biodiversidade, pela erradicação da pobreza, combate à fome, etc).
  3. Promover consumo responsável

Green Friday, por um consumo mais lúcido!

Consumir é bom e necessário, porque é este o sistema em que vivemos. Mas é preciso ter consciência.

A questão é combater o consumo excessivo, desnecessário e prejudicial, e difundir um estilo de vida mais sustentável, ético e natural, incentivando as pessoas a refletirem antes de comprarem, e a darem preferência às empresas éticas, sustentáveis, aos pequenos produtores e aos produtos artesanais que geram rendas às famílias.

Agora que você já conhece a Green Friday, que tal se engajar neste movimento e praticar um consumo mais inteligente e lúcido, com a prática de escolhas mais saudáveis e ecológicas?!

Compartilhe!

Talvez te interesse ler também:

EMBRULHAR PRESENTES COM JORNAIS, REVISTAS, PAPEIS DE PÃO PARA UM NATAL GREEN

BARATO AO BOLSO, CARO AO MEIO AMBIENTE: JOVENS RECUSAM A MODA DESCARTÁVEL PROVOCANDO CRISE NO SETOR

A ELITIZAÇÃO DO SAUDÁVEL, SUSTENTÁVEL E ECOLOGICAMENTE CORRETO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!