Islândia expõe sua última refeição do McDonald’s

Islândia expõe sua última refeição do McDonald’s

A Islândia, desde 2009, se juntou ao movimento de países que estavam dizendo adeus à mais conhecida franquia de fast food do mundo: há quase seis anos o país vive sem nenhum McDonald’s em seu território. As vendas eram baixíssimas e tinham taxas de importação muito altas para o negócio funcionar.

Mas o que eles resolveram fazer com a sua última refeição vendida, foi algo muito diferente do que habitualmente fazemos com qualquer coisa do McDonald’s: resolveram deixar o último hambúrguer e a última batata frita em exposição. Tudo para que pudéssemos ver o seu processo de decomposição. Os alimentos estão expostos em um hostel em Reykjavik.

O último restaurante da franquia do palhaço Ronald na Islândia, encerrou suas atividades em 31 de outubro de 2009. Neste dia, um homem chamado Hjortur Smarason comprou a refeição como uma espécie de souvenir, já que não tinha qualquer intenção de comê-la. Ele via aquela refeição como um pedaço de história e achou que deveria fazer algo com relação a isso.

A nova casa do clássico hambúrguer com fritas é o ônibus do hostel em Reykjavik, onde você pode vê-lo, ao vivo, disposto em frente a uma webcam. O mais curioso é que a imagem é vista por pessoas do mundo todo, movidas pela curiosidade de acompanhar a decomposição daquela "refeição".

Até hoje, após quase seis anos exposta, a refeição ainda não demonstrou quaisquer sinais de decomposição, o que fez com que o país comemorasse ainda mais a saída da franquia de seus territórios . O experimento comprova o uso maciço de agentes de conservantes para manter os alimentos ‘frescos’ por mais tempo, como o próprio Mc Donald's assume.

Nós falamos sobre como são feitas as batatinhas fritas e os nuggets da maior rede de fast food do mundo.

Apesar de todas as tentativas de melhorar suas vendas e de voltar ao tempos áureos, o futuro do Mc Donald's não promete sucesso.

Leia também: Pague o lanche com um abraço, anuncia Mc Donald´s

Fonte foto: collective-evolution.com