Aromaterapia: principais óleos e utilizações

Aromaterapia

Agora que você já conhece um pouco sobre as bases da aromaterapia então, que tal conhecer os principais óleos essenciais e seus respectivos efeitos? Vamos lá?

Gerânio

Sua composição envolve elementos como o acetato de citronelila, o citronelol e o geraniol. Pode contribuir positivamente para quadros envolvendo: acne, celulite, rugas, ferimentos, rins, amidalite, diabetes, hemorragia, entre outros. É uma essência anti-inflamatória e antidepressiva. Não se deve utilizar óleo de gerânio para pessoas que estejam grávidas e/ou tenham pele muito sensível.

Camomila

É calmante, antialérgica, digestiva, anti-inflamatória e antitóxica. Essa planta se subdivide em dois tipos: a Camomila alemã e a Camomila romana; no caso da primeira, seu cultivo é na França, na Espanha e no Marrocos; a segunda pode ser encontrada na própria França e em Marrocos, mas também na Alemanha.

A essência a ser utilizada é, sobretudo, a partir da Camomila romana. Seus efeitos são bem amplos, com alívio de: dores de cabeça em geral, dores musculares, acne, dor de dentes, de ouvidos, reumatismo, males ginecológicos, digestivos, entre outros.

Alecrim

Com origem na França, era, nos primórdios, aplicada em hospitais para a purificação do ar naqueles ambientes internos. É composto por acetato de bornila, cânfora, eucaliptol, verbenona e outros. Pode ser utilizado em abscessos, cãibras musculares, asma, debilidade geral, estafa, exaustão, e cansaço mental. Seus efeitos, no geral, são de melhora na circulação sanguínea, eliminação de dores, e descongestionamento. É contraindicado para epiléticos, pois se configura em um estimulante natural.

Bergamota

É uma essência antidepressiva e calmante ao sistema nervoso, além de antisséptica e desodorante. Pode ser de grande utilidade no combate a infecções ao trato urinário, acne, pruridos vaginais, mau hálito, psoríase, ansiedade, perda de apetite, cistite, entre outros. É composta por uma combinação entre linalol, limoneno e mirceno. Não deve ser aplicada próximo à exposição da pele ao sol.

Eucalipto

Originária da China, esse óleo essencial é um grande aliado da pele, porque retira o excesso de oleosidade, bem como protege sua superfície de bolhas, queimaduras, picadas de inseto, infecções dermatológicas, entre outros. Pode servir de importante aliada no combate aos sintomas locais da herpes – acaba com as bolhas características. Na aromaterapia, mais especificamente, o eucalipto tem a propriedade de ser um estimulante da concentração e da produtividade, como um todo.

Lavanda

O óleo essencial de lavanda é bem poderoso: com altas concentrações de ácidos, cetonas, aldeídos e monoterpenos, é analgésico, antidepressivo, bactericida e antibiótico. Pode ser utilizado, com sucesso, em casos de eczemas, sarnas, asmas, males do metabolismo, quadros hipertensivos ou respiratórios etc. Esse é um óleo que tem um diferencial: pode ser aplicado sobre a pele, com muitos bons efeitos em atenuar queimaduras.

Leia também: ÓLEO ESSENCIAL DE LAVANDA: 10 USOS FANTÁSTICOS PARA A SAÚDE E O BEM-ESTAR

Hortelã

Mais especificamente a hortelã-pimenta, trata-se de um óleo, originário dos Estados Unidos, e que ajuda nos males da mente como fadiga mental, estresse, e também dores de cabeça e tonturas.

Seu efeito sobre a agilidade mental é quase imediato. Em determinados casos, a erva de hortelã-pimenta é coadjuvante no tratamento de bronquite, pneumonia, asma, cólera, entre outros.

É estimulante de funções da vesícula e da secreção da bile, isto é, uma essência pró função digestória.

Camomila dos alemães

Como contém azuleno, trata-se de ótimo anti-inflamatório, além de sedativo bem leve, podendo ser utilizado por crianças. É antiespasmódica, e estimulante das funções de defesa do organismo. Combate, com sucesso dores decorrentes da artrite. Em certas pessoas, entretanto, pode vir a ocasionar dermatites.

Como sabemos, a aromaterapia pode provocar uma série de interferências orgânicas, é imprescindível que se recorra a profissionais especializados, tanto para prescrever as essências e combinações, quanto para orientar a aplicação e posologia. Dessa forma, os benefícios serão imensos.

E você, tem o costume de tratar de sua saúde com óleos essenciais? Quais você conhece que não estão na lista? Comente abaixo!

Leia também:

ÓLEO DE MELALEUCA: SUAS MIL UTILIDADES, PROPRIEDADES E COMO COMPRÁ-LO

ÓLEO DE COCO: 10 EXTRAORDINÁRIOS USOS ALTERNATIVOS

Fonte foto: holistic-guide.com