Pandemia da fome: 59,4% dos lares brasileiros vivem situação de insegurança alimentar

Pandemia da fome: 59,4% dos lares brasileiros vivem situação de insegurança alimentar

Uma pesquisa acaba de divulgar o impacto da pandemia na saúde alimentar dos brasileiros.

O estudo, feito em parceria entre pesquisadores da Universidade Livre de Berlim (Alemanha), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade de Brasília (UnB), revelou que 59,4% dos domicílios brasileiros tiveram algum grau de insegurança alimentar no último quadrimestre de 2020.

Conforme divulgado pela Tribuna de Minas, a pesquisa foi realizada nos meses de novembro e dezembro do ano passado com dois mil participantes de todo o país, que responderam sobre a percepção de sua alimentação desde agosto.

Em dois quintos dos lares brasileiros, o consumo de alimentos como carnes e frutas diminuiu; 31,7% relatou insegurança leve; 12,7% moderada; e 15% grave – caso no qual há realmente falta de alimento.

O levantamento considerou como insegurança alimentar o domicílio com incerteza quanto ao acesso à comida no futuro e, também, que já tenha reduzido a quantidade de alimentos consumidos.

A região onde a situação é mais grave é o Nordeste, onde 73,1% registraram insegurança alimentar no período. Depois vem a região Norte, com 67,7% de domicílios em situação de insegurança alimentar. A região Sul é a que registrou a melhor situação.

Fome pandêmica

Os dados mostram que a pandemia junto com a situação econômica do país pioraram a situação alimentar dos brasileiros. A Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017-2018, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2020, já havia indicado esse quadro anteriormente.

A pesquisa ainda revelou que em 63% dos lares brasileiros a comida entrou graças ao auxílio emergencial oferecido pelo governo. Com a interrupção do benefício desde dezembro, os índices de insegurança alimentar devem ter aumentado ainda mais, situação que não deve melhorar, visto que a retomada do auxílio será restrita a um número menor de pessoas e em valores mais baixos.

Talvez te interesse ler também:

Covid-19 não é PANDEMIA, é SINDEMIA. É hora de reconhecer isso

Pandemia da fome: outra tragédia que assola o Brasil

Nobel da Paz 2020 vai para o Programa Mundial de Alimentos: combater a fome é promover a paz

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *