É por isso que as bebidas lights podem engordar...

 bebidas lights podem engordar

As bebidas diet/light engordam? É muito provável! O fato é que, nas últimas décadas, as bebidas adoçadas artificialmente tornaram-se uma alternativa cada vez mais comum para refrigerantes açucarados e, ao mesmo tempo, a taxa de obesidade nos Estados Unidos continua aumentando.

Pura coincidência? A pergunta foi feita por alguns pesquisadores da Texas Christian University, que concluíram que consumir bebidas lights ou diets favorece processos psicológicos que ao longo do tempo podem levar a um aumento na ingestão calórica.

Em uma série de experimentos, a psicóloga autora do estudo, Sarah Hill, e seus colegas, descobriram que bebidas adoçadas artificialmente afetam nossas reações sucessivas com relação a um alimento doce: na prática, de acordo com o estudo, as bebidas light e diet ativam um desejo sem satisfazê-lo, aumentando assim a nossa vulnerabilidade a perder o controle e exagerar nos alimentos calóricos.

Em um experimento, 115 estudantes universitários, em jejum por pelo menos oito horas, beberam uma das três bebidas (servidas em um copo sem nome): Sprite (adoçada com açúcar), Sprite Zero (com adoçantes) e água mineral gaseificada e aromatizada (não adoçada). Depois de uma série de testes sucessivos, verificou-se que aqueles que beberam o refrigerante light foram os mais atentados aos alimentos pouco saudáveis e ​​mais tarde foram os mais propensos a escolherem uma merenda de alto teor calórico.

"Parece que - disse a autora - beber uma bebida chamada de não-calórica pode levar à escolha de produtos pouco saudáveis, pois tais alimentos estão em sua mente. Também se concluiu que os adoçantes artificiais não satisfazem o desejo de consumir 'alguma coisa doce' e isso pode levar as pessoas a comerem mais alimentos doces para compensarem o desejo."

Resumindo, este é um outro elemento que contribui para o argumento de que os refrigerantes light/diet podem fazer mais mal do que bem. De fato, já um outro estudo havia demonstrado que o consumo, mesmo que mínimo, mas regular, dessas bebidas sem açúcar, ricas em dióxido de carbono e outras substâncias, poderia prejudicar os rins, dentes e causaria danos ao metabolismo.

É claro, as bebidas light poderiam nos ajudar a evitar as calorias por um período breve. Mas no final das contas, nós pagamos os custos em termos de saúde e peso.

Ou seja: mais um motivo para evitar consumir refrigerantes, independentemente de como sejam adoçados.