Quais alimentos aumentam a imunidade?

Quais alimentos aumentam a imunidade

Se a sua imunidade estiver em baixa, você precisa ter o foco em mudanças na dieta. A transformação de hábitos alimentares pode ser a chave para você adoecer menos de resfriados, ter menos infecções e se defender de doenças mais graves.

Por que a alimentação contribui com a imunidade?

Isso ocorre porque, como sabemos, os alimentos contêm diversos nutrientes que podem auxiliar na manutenção do sistema imunológico, como um conjunto. Assim, a mera combinação entre verduras e frutas, em quantidades adequadas, já auxilia na conquista de uma melhor defesa para o organismo.

Para ajudar você a fazer escolhas alimentares melhores, a seguir apresentamos nove alimentos primordiais, para conseguir ter uma saúde de aço!

Vegetais verde - escuros

vegetais verdes

Brócolis, espinafre, couve e outros vegetais com essa coloração – além de feijões, shimeji – um tipo de cogumelo – e fígado, são alguns entre os alimentos que contêm ácido fólico.

Esse nutriente é essencial na busca por uma vida saudável, uma vez que é um importante auxiliar na formação de glóbulos brancos, carros-chefes da imunidade.

Gengibre

gengibre

O gengibre, com muitos nutrientes, como as vitaminas B6 e C, além de uma ótima função bactericida; e, além de ajudar nas famosas inflamações da região da garganta, também garante a vitalidade das defesas do organismo por completo.

Frutas cítricas

Este tipo de fruta – como acerola, laranja, kiwi, brócolis, tomate, pimentão verde e vermelho, e couve são riquíssimos em vitamina C, que combate o envelhecimento do corpo, além de ampliar toda a resistência do organismo.

Pimenta

Repleta de betacaroteno, que é uma substância que tende a se transformar em vitamina A, é, no fim das contas, um nutriente que é conhecido por proteger o corpo de infecções, por melhorar as defesas orgânicas.

seta

Leia também: ESPECIARIAS PICANTES: UM ELIXIR DA VIDA GRAÇAS À CAPSAICINA QUE BLOQUEIA A DOR

Leguminosas e proteínas

Leguminosas e proteínas

Proteínas da carne – vermelha ou branca – e soja, além de cereais do tipo integral, as sementes e as leguminosas de modo geral – lentilha, feijões, grão de bico, ervilhas, entre outros – são ricos em zinco, que é o nutriente responsável por combater resfriados e gripes, bem como outros tipos de doença que afetam o sistema imunológico.

setaLeia também: AS 5 LEGUMINOSAS MAIS SAUDÁVEIS DO PLANETA

Castanhas-do-Pará e champignon

Os famosos cogumelos e esse tipo de castanha são ricos em selênio, que é um poderoso antioxidante, capaz de combater o envelhecimento cutâneo, ao mesmo tempo em que ajuda a fortalecer a imunidade e tem efeito cicatrizante.

setaLeia também: CASTANHAS-DO-BRASIL: UM CONCENTRADO DE VITAMINA E, SELÊNIO E SAIS MINERAIS

Oleaginosas

sementes oleaginosas

Os óleos – gérmen de trigo, canola, milho, girassol – além de amêndoa, noz e castanhas contam com um aporte bem valioso de vitamina E, que tem como benefício, sobretudo para o público idoso, uma melhora na atividade imunológica – que entra em declínio devido aos efeitos da idade.

setaLeia também: AS 6 SEMENTES DA SAÚDE

Ômega – 3

Esse nutriente, que está presente, entre outros, em alimentos como o azeite extra-virgem, ajuda na saúde das artérias, que permanecem a salvo de inflamações e ataques de agentes externos.

setaLeia também: DEPRESSÃO SE COMBATE COMENDO ÔMEGA 3, MAS SÓ SE VOCÊ FOR MULHER

Tomate

Esse fruto é repleto de licopeno, que é um grande auxiliar no combate a doenças do coração e do sistema cardiovascular, propiciando a remoção de radicais livres do organismo.

setaLeia também: TOMATE: UMA PÍLULA A BASE DE LICOPENO PARA PREVENIR ATAQUES CARDÍACOS E DERRAMES

Fonte foto: freeimages.com