Brigou? Dá um abraço que passa. Palavra da ciência!

  • atualizado: 
abraço

Conflitos interpessoais? Vamos nos abraçar! Basta um simples e caloroso abraço para afastar todas as tensões negativas que surgem de uma briga.

Se você brigou com o namorado ou com um amigo, acredite que o poder de um abraço é capaz de curar qualquer desentendimento. Palavra da ciência!

O mérito é todo da oxitocina, o "hormônio do amor", a proteína que em vários processos fisiológicos aumenta a autoestima e o bom humor, e que, como dizem os pesquisadores da Carnegie Mellon University que analisaram os efeitos dos abraços em casais após uma discussão, seria capaz de reduzir a pressão arterial e o número dos batimentos cardíacos.

O que já tinha inclusive sido confirmado em alguns estudos anteriores, que também demonstraram como o contato físico interpessoal é capaz de proteger as pessoas das consequências do estresse psicológico, em particular o estresse dos conflitos com pessoas próximas a nós. Estudos sugerem que o abraço não apenas ajuda a fazer com que as pessoas se sintam melhor, mas também as protege das doenças porque o contato físico nos protege das doenças induzidas pelo estresse. Quanto mais as pessoas se abraçarem, menos provável é que elas adoeçam, mesmo entre pessoas que sempre tiveram interações tensas.

Para a nova pesquisa, liderada por Michael Murphy da Universidade Carnegie Mellon, os pesquisadores analisaram como o abraço atenua os resultados psicológicos negativos do conflito interpessoal. A ideia era estudar os efeitos do "toque físico", não necessariamente em relacionamentos românticos.

Os especialistas entrevistaram 404 homens e mulheres adultos por 14 dias consecutivos sobre os seus conflitos, independentemente de terem se abraçado e do humor positivo e negativo que sentiram.

De acordo com os resultados, os participantes que receberam um abraço durante os dias em que tiveram uma discussão, foram os mais propensos a relatar uma redução nas emoções negativas e um aumento das emoções positivas. Os participantes do estudo também relataram um atenuante para o mau humor no dia seguinte à discussão, sugerindo que os benefícios psicológicos do contato poderiam persistir por um período significativo de tempo.

Embora os resultados precisem ser confirmados por mais estudos que investiguem a ligação entre o abraço e a melhoria das funções psicológicas e físicas, não há dúvidas de que abraço tem sim um poder terapêutico empírico. Abraçar amigos e familiares (e até mesmo estranhos em determinados contextos!) é uma maneira simples, mas eficaz, de superar o estresse e os conflitos interpessoais!

Remédio eficaz e gratuito. Menos calmantes, menos ansiolíticos e Mais abraços.

Abraços grátis pra todos :)

Talvez te interesse ler também:

ABRAÇO: BOM PARA PREVENIR RESFRIADOS E VIVER MELHOR

A ESCOLA DINAMARQUESA ONDE ABRAÇAR É UMA MATÉRIA QUE ENSINA A EMPATIA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!