Cúrcuma, também combate artrite reumatóide e periodontite. Novo estudo

  • atualizado: 
Cúrcuma

Cúrcuma, preciosa na prevenção e no combate à periodontite e artrite reumatóide. A confirmação vem de um novo estudo, realizado na Grécia.

Para estudar as propriedades desta planta preciosa, se empenharam os cientistas da Universidade da Tessália, juntamente com colegas do Hospital Geral de Larissa. Através de uma série de experiências, os investigadores mostraram que a curcumina é útil como medida preventiva, mas também no tratamento de periodontite e como imunossupressor natural para a artrite reumatóide.

A periodontite é causada principalmente pela bactéria Porphyromonas gingivalis que leva à cárie. É um importante problema de saúde pública e um fator de risco para o desenvolvimento da artrite. Esta última é uma doença reumática autoimune caracterizada por inflamação que leva à destruição das articulações, perda da função articular e incapacidade, se não for tratada em tempo.

"A curcumina parece ter uma atividade antibacteriana eficaz contra a infecção com P. gingivalis e formação de biofilmes. Além de sua ação antibacteriana, antioxidante e anti-inflamatória, a curcumina exerce propriedades imunossupressoras únicas através da inibição de respostas pró Th17 inflamatório e a promoção de células T reguladoras, suprimindo assim a autoimunidade", explicam os cientistas.

Dois ensaios clínicos foram realizados em humanos, cujos resultados foram encorajadores. Na primeira, 45 pacientes com artrite foram divididos em 3 grupos, o primeiro apenas consumiu curcumina (500 mg), o segundo diclofenaco de sódio (50 mg) e o terceiro curcumina e diclofenaco em conjunto. O efeito foi examinado após 8 semanas de tratamento. A administração de curcumina não causou reações adversas e todos os pacientes apresentaram melhorias significativas. Além disso, as pessoas tratadas apenas com curcumina tiveram resultados melhores do que aqueles que tomaram apenas diclofenaco.

No segundo estudo randomizado, a eficácia da curcumina foi avaliada em comparação com a de um placebo em pacientes com artrite reumatóide. No grupo de pessoas que tomaram 250 ou 500 mg de curcumina, a melhoria da doença foi acompanhada por uma redução significativa dos marcadores inflamatórios e fatores reumatóides, em comparação com pacientes que receberam o placebo.

"Estes resultados são encorajadores e devem ser confirmados em estudos maiores, que abrangerão também a utilização do perfil de segurança a longo prazo de curcumina ou tolerância de um suplemento" os cientistas explicam.

Preciosa, preciosa cúrcuma.

Leia mais sobre esta incrível especiaria:

CÚRCUMA - O QUE É, COMO CONSUMIR E ONDE COMPRAR?

CÚRCUMA: ATENÇÃO À INTERAÇÃO E AOS EFEITOS COLATERAIS COM ESTES MEDICAMENTOS

CÚRCUMA: COMO CLAREAR OS CABELOS NATURALMENTE

10 IDEIAS PARA INSERIR A CÚRCUMA NO TEU DIA A DIA

CÚRCUMA: FANTÁSTICA PARA MEMÓRIA, HUMOR E ALZHEIMER. A NOVA CONFIRMAÇÃO

O QUE ACONTECE AO NOSSO CORPO SE COMERMOS CÚRCUMA TODOS OS DIAS?

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!