Bebidas açucaradas: apenas 2 por semana já aumentam os riscos de diabetes, AVC e doenças cardíacas

  • atualizado: 
Bebidas açucaradas

As bebidas açucaradas de qualquer tipo, sejam os refrigerantes que os sucos, os chás ou quaisquer outras, certamente não são aliadas da nossa saúde. Agora, um novo estudo relaciona essas bebidas com o risco aumentado de ter diabetes tipo 2, doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais.

E o pior, para aumentar tais riscos, nem precisa ser um grande bebedor de refrigerantes e afins. De acordo com especialistas, basta bebê-las apenas 2 vezes por semana para que elas façam mal à saúde!

Já foi comprovado em várias pesquisas cientificas que os altos níveis de açúcar não só contribuem para o risco de ficar acima do peso ou de ter obesidade, mas também de aumentar as chances de desenvolver diabetes tipo 2 e a síndrome metabólica, uma série de condições que aumentam o risco de doenças cardíacas.

Neste novo estudo, conduzido por uma equipe liderada por Faadiel Essop da Universidade Stellenbosch na África do Sul, foi realizada uma revisão de 36 estudos epidemiológicos feitos nos 10 anos anteriores. Os resultados da pesquisa foram publicados no Journal of the Endocrine Society.

Os especialistas encontraram maiores evidências da ligação entre consumir bebidas açucaradas e ter aumento em parâmetros da saúde como a pressão arterial, os triglicerídeos, a glicemia, a gordura abdominal e muito mais. Todos fatores de risco para o aparecimento de problemas cardiovasculares, bem como da diabetes tipo 2.

A situação preocupa especialmente porque o consumo dessas bebidas é muito frequente em crianças e jovens e vem crescendo constantemente um pouco por todo o mundo. O problema também diz respeito aos sucos, como sublinhou Essop, uma coisa é comer uma maçã e outra coisa é beber o suco:

"Ao comer uma maçã, além do açúcar, há muita fibra e a saciedade é melhor alcançada. Mas quando você bebe um copo de suco de maçã, você está recebendo açúcar de três ou quatro maçãs e sem fibra. Açúcar mais concentrado que terá repercussões nos níveis sanguíneos.”

Não está claro exatamente como essas bebidas aumentam a probabilidade de ter síndrome metabólica, mas os resultados do estudo são claros: duas ou mais bebidas açucaradas por semana podem aumentar a circunferência da cintura, o peso, a pressão arterial, as inflamações no corpo além de reduzir o colesterol bom.

Existe então a questão da sensibilidade à insulina: o estudo mostrou que os indivíduos que consumiram bebidas açucaradas durante 10 semanas mostraram uma diminuição de 17% na sensibilidade à insulina.

O professor Essop concluiu que, tendo em vista os resultados, há uma clara necessidade de educar a população sobre os efeitos nocivos do consumo excessivo de bebidas açucaradas.

E se ainda esta pesquisa ainda assim não te convence...

Leia também:

REFRIGERANTES: UMA LATA POR DIA AUMENTA O RISCO DE CÂNCER