Tudo o que as pupilas podem revelar sobre a gente

  • atualizado: 
pupila

Você já reparou na pupila das outras pessoas enquanto falava com elas para descobrir algo de especial? Por incrível que pareça, as pupilas se modificam e podem revelar coisas interessantes.

O que as pupilas podem nos revelar?

  • Interesse,
  • desinteresse,
  • cansaço,
  • repulsa,
  • uso de substâncias tóxicas,
  • paixão e muito mais.

Por exemplo: se a você for dado uma tarefa intelectualmente muito desafiadora, suas pupilas se dilatarão. Quanto mais difícil for a tarefa, maior será o seu diâmetro. É o que diz uma pesquisa de Hess e Polt, publicada na Science em 1964.

Mas se a tarefa começa a ficar muito difícil, então a pupila volta atrás e se estreita: quando a escala da tarefa excede 25% das competências pessoais e o cérebro começa a ficar hipersaturado, o sinal da pupila - de acordo com uma outra pesquisa realizada por Poock, 1973 - é inequívoca. A sua abertura retorna para as suas dimensões originais.

Uma pupila grande, aberta, é sinal de interesse. Em 1977, os pesquisadores Bianco e Maltzman em um experimento fizeram ouvir alguns trechos de três livros: uma história erótica, uma página com conteúdo emocional "neutro" e a descrição de uma mutilação.

Os resultados, em síntese foram os seguintes: os olhos dos participantes estiveram dilatados no início de cada história, mas mantiveram a abertura (ou seja, o interesse) apenas na primeira e na última leitura. Apenas 10 segundos após o início do conto "neutro”, as pupilas retornaram como antes. Em suma, as pálpebras caem mas às vezes... também as pupilas.

E elas diminuem de tamanho ainda mais, frente à imagens chocantes, assustadoras, perturbadoras e desgostosas.

pupila 2

Se você sentir uma dor súbita, as pupilas se dilatam.

O mesmo acontece quando se vê fotos de políticos próximos à sua orientação (diminuem, no entanto, se estes forem representantes de “partidos de oposição").

Falando de substâncias tóxicas, álcool e opiáceos fazem as pupilas se tornarem muito pequenas; já as anfetaminas, a cocaína e o LSD as abrem tantíssimo (mais de 6,5 mm, conforme revelado por uma pesquisa de Richman em 2004).

Um grupo de trabalho liderado por Bernick em 1971 demonstrou que quando um homem ou uma mulher está sexualmente excitado, suas pupilas se dilatam, e muito! E se os homens, em particular, percebem as mulheres (com pupilas grandes) como mais femininas e sensuais, o rosto de qualquer pessoa lhes parece mais bonito, mais harmonioso e mais feliz se elas tiverem um olhar bem aberto.

Para resumir: normalmente as pulgas aumentam quando a situação para nós é bonita, interessante, agradável, apaixonante ou desafiadora mas controlável, ou se houver um alarme que nos coloca em situação de atenção, para ter tudo sob controle e ver claramente o que está acontecendo.

Ao contrário, as pupilas diminuem e fazem entrar menos luz quando há coisas que não queremos enfrentar, porque "muito" chatas, desagradáveis, difíceis, cansativas ou dolorosas.

Por incrível que pareça, reconhecer as aberturas mais ou menos acentuadas das pupilas das pessoas com as quais nos deparamos, pode ser muito difícil, mas inconscientemente conseguimos notar tais diferenças e nos avizinhamos ou nos afastamos dos indivíduos que temos à nossa frente. É isso o que revela um estudo publicado em 2008. E é talvez por este mesmo motivo que, de certa forma, conversar com uma pessoa que esteja usando óculos escuros é uma situação chata, fria, distante e que até nos incomoda.

Especialmente indicado para você:

IRIDOLOGIA: OS OLHOS SÃO O ESPELHO DA ALMA MAS TAMBÉM DO CORPO E DA MENTE

CHORAR FAZ UM BEM DANADO À ALMA, AO CORAÇÃO, ATÉ AOS OLHOS

ESCOLHA UMA DESTAS BORBOLETAS E DESCUBRA ALGO ESCONDIDO NO TEU SUBCONSCIENTE