©INOVA/UNICAMP

SprayCov: pesquisadores brasileiros criam spray AntiCovid que dura até 3 dias

Pesquisadores do Laboratório de Engenharia e Química de Produtos (LEQUIP), da Unicamp, descobriram o potencial das interações de íons metálicos capazes de inativar o SARS-CoV-2.

Esse produto é extremamente benéfico, não só porque consegue inativar o coronavírus, como também pode evitar trocas frequentes de máscaras e outros acessórios que entraram para a rotina de proteção da população, os chamados EPIs (equipamentos de proteção individual).

Como funciona

Segundo informa o site da Unicamp onde a pesquisa foi publicada, os íons metálicos são utilizados num processo de recobrimento dos materiais, formando uma capa protetora ativa e de ação prolongada que neutraliza o coronavírus por contato.

Marisa Masumi Beppu, professora titular da Faculdade de Engenharia Química e fundadora do LEQUIP, o SprayCov, como foi batizado, conseguiu

“eliminar o coronavírus depois de apenas um minuto e manteve 99,99% de eficácia nas 48 horas seguintes”.

A professora explica ainda que a fórmula desenvolvida pelos pesquisadores não é um agente sanitizante como o álcool 70% ou o hipoclorito de sódio utilizados comumente na limpeza, esse é um processo mais elaborado e específico, serve para tornar a máscara capaz de inativar o vírus com grande durabilidade.

Atualmente os equipamentos de proteção servem basicamente como barreira física contra o vírus, mas com a aplicação do spray, o vírus não só é inativado, como também a proteção dura até 3 dias.

Avanço ambiental

Trata-se de um grande avanço, inclusive na questão ambiental.

Já falamos da imensa quantidade de máscaras e luvas que chegam e ainda vão chegar direto nos rios e mares. Fora o lixo hospitalar.

Uma das preocupações dos cientistas foi a escolha criteriosa das substâncias usadas na formulação do produto, justamente pensando nos impactos para o meio ambiente.

Eles usaram uma tecnologia que mistura polímeros biodegradáveis que funcionam como uma espécie de cola para a fixação de sais de cobre (usados na agricultura como fungicida), aderindo tanto em tecidos como em não-tecidos.

Com resultados promissores, a Agência de Inovação – Inova – Unicamp, fez o pedido de patente e está promovendo a oferta da tecnologia a empresas com potencial para licenciar o produto e colocá-lo no mercado.

Oferta barata

Outra vantagem do SprayCov está no preço dos insumos, tendo sido calculado o custo de recobrimento de máscaras em pouco menos de R$ 0,02 por máscara.

Essa é uma descoberta maravilhosa, parabéns aos envolvidos e tomara que chegue ao mercado rápido.

Talvez te interesse ler também:

Não só Europa e EUA: Brasil também está na segunda onda de Covid-19

Vacina Covid: esperança Moderna, mas ainda faltam detalhes cruciais

Covid não é a primeira nem será a última. Como evitar pandemias?

Sobre Daia Florios

Daia Florios
Ingressou no curso de Ecologia pela UNESP e formou-se em Direito pela UNIMEP. É fundadora e redatora-chefe em GreenMe Brasil.

Veja Também

Quando uma pessoa que teve Covid-19 deixa de ser contagiosa?

Existem muitas dúvidas em torno da transmissão da Covid-19 e tudo o que envolve essa …

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *