Flatulência: o que o pum diz sobre nossa saúde

  • atualizado: 
Flatulência

Inesperadas ou não, as flatulências podem ter muito a dizer sobre nossa saúde. Ou seja, sem delongas, o que comumente conhecemos como “pum” nada mais é do que uma manifestação precisa da situação atual de nosso organismo. Veremos que, apesar de inconvenientes, as flatulências podem demostrar com clareza se o nosso corpo está doente ou em normalidade.

Flatulências são normais e necessárias

Embora sejam de extrema inconveniência para determinadas pessoas, as flatulências são normais e necessárias. Em termos práticos, os gases podem ser oriundos de uma ingestão inadequada de ar nos processos intestinais, assim como resultados de ações de bactérias. Tão logo, mesmo que sejam geralmente motivos de risos ou comicidade, as flatulências são meras reações de processos internos de nosso organismo.

Como reações, as características das flatulências revelam o que acontece dentro de nosso corpo, por isso pode ser importante prestar atenção, ao menos para um acompanhamento do quadro interno da saúde. Isso significa que as flatulências são normais e inevitavelmente acontecerão. Comumente, uma pessoa adulta em condições normais de saúde soltará cerca de 20 puns por dia, evidentemente, em um linguajar mais despojado.

Os odores

Mas, independente do requinte da situação, quando tratamos de flatulências tratamos de odores.

Para que entendamos o que a flatulência revela acerca de nossa saúde, devemos primariamente nos atentar ao seu odor. Como exemplo, um odor forte e definido é sinal claro da presença de sulfureto de hidrogênio, gás que surge da decomposição de alimentos com enxofre. E, por mais estranho que pareça, isso é um bom sinal. Por quê? Pois inúmeros alimentos saudáveis estão repletos de enxofre, tais quais o feijão, a couve-flor e o brócolis, apenas para citar alguns.

Leia mais: PESQUISA REVELA QUAIS ALIMENTOS MAIS PROVOCAM O MAU CHEIRO DO PUM

Sinais de alerta

Porém, como nem tudo são flores quando tratamos de flatulências, há alguns detalhes que podemos observar. Por exemplo, pode ser um sinal de intolerância a lactose quando se nota a presença repentina de gases ou flatulências após a ingestão de lacticínios. Além disso, pode significar variadas doenças, como a celíaca ou síndrome do intestino irritável. Por isso é importante notar quando e com que frequência ocorrem os gases. Neste caso, observe bem o que foi ingerido antes.

Se não há cheiro ou o odor é mínimo, então não há preocupação. É comum que as flatulências sejam compostas com cerca de 99% de ar e apenas 1% de sulfureto de hidrogênio. Mesmo que a quantidade padrão seja em torno de 20 flatulências por dia, pode variar drasticamente e ainda significar um organismo saudável.

No entanto, caso haja dores e inchaços quando surgem os gases, então pode ser necessário procurar por orientação de um profissional. O mesmo vale para quando o odor forte e desagradável persiste por mais de 2 dias. É preciso que se tenha atenção em ambos os casos, pois podem representar infecções ou outras mazelas.

Além disso, embora haja o desconforto social, as flatulências podem fazer bem para a saúde. Inusitado, mas factual. Segundo estudos, o sulfeto de hidrogênio presente nas flatulências (ou, presente no pum) é capaz de prevenir demência, além de melhorar as condições de vida a longo prazo e evitar determinados tipos de câncer. Neste caso, acredite ou não, quanto mais forte o odor, melhor. Em outras épocas recomendariam o rapé para encarar a situação, hoje em dia o melhor é o bom senso.

Como amenizar o odor das flatulências

Não é possível eliminar o odor das flatulências, pois como vimos, são meros sinais das reações internas de nosso organismo. No entanto, é possível fazer com que o cheiro das flatulências seja muito mais ameno. Para tal, devemos dar a devida atenção à nossa alimentação e evitar a todo custo alimentos industrializados (enlatados, comida congelada, tempero pronto, refrigerantes e etc.) e optar pelo consumo de vegetais, frutas e outros alimentos naturais.

Recomenda-se também a orientação de um médico ou profissional de saúde caso perceba quadros desagradáveis e recorrentes de flatulências.

Especialmente indicado para você:

setaCHEIRAR FLATULÊNCIAS PODE PREVENIR O CÂNCER?

setaREMÉDIOS CASEIROS PARA ELIMINAR GASES ESTOMACAIS E INTESTINAIS

setaINTOLERÂNCIA À LACTOSE E O CONSUMO DE LEITE