Europa: rótulos de bebidas destiladas poderão ter imagens e frases chocantes

v

Você acha que estampar imagens e frases chocantes em produtos nocivos à saúde pode funcionar? A Irlanda parte com o projeto de imprimir nas garrafas os malefícios do álcool. Imagens e frases de efeito, como aquelas contidas nas embalagens de cigarros, poderão vir a ser norma em toda Europa.

O desafio que vem de Dublin, pronta para lançar uma campanha maciça com advertências chocantes sobre os riscos para a saúde que causam o consumo de bebida superalcóolica. Por enquanto o processo ainda está em curso, mas a União Europeia já considera a ideia como sugestão para antecipar medidas futuras na comunidade inteira.

Rum, gin, vodka, whisky e vários outros destilados, portanto, poderão em breve terem indicados em seus rótulos, expressões como “causa graves danos à saúde" ou "beber mata" juntamente com imagens fortes.

O governo irlandês já tinha adotado em dezembro do ano passado um projeto de lei para regulamentar as substâncias álcoolicas, inebriantes e a questão da saúde pública. Trata-se de proibições promocionais (nada de publicidades nos transportes públicos e tampouco em suas paradas perto de escolas), proibições de patrocínio em eventos para crianças e adolescentes, preço mínimo obrigatório (10 centavos de euro por grama de álcool na garrafa), possibilidade de proibição de venda promocional durante "um período limitado" (happy hour). E, o que verá agora, a exigência de "advertências sobre a saúde" nos rótulos.

De Bruxelas já chegou um ok e Andriukaitis Vytenis, Comissário Europeu para a Saúde e Segurança Alimentar, diz que está convencido de que melhorar a rotulagem pode ajudar a estar ciente dos riscos para a saúde, anunciando para o início do 2017 uma proposta da União Europeia para a indicação de ingredientes e calorias nas garrafas de bebidas destiladas. Porque, explica, "aqueles que tendem a ficar bêbados não vão mudar hábitos com a indicação de calorias na etiqueta". Para estes, "servirão outros meios", como foi feito com os cigarros, em que advertências explícitas nas embalagens foram adicionadas à imagens de forte impacto visual e emocional.

Os principais produtores da Europa, entretanto, não exatamente concordam e temem repercussões no mercado. Mas deve-se dizer que o projeto de lei irlandês prevê alterações às leis nacionais de 2003 e 2008, conhecidas como "liquor acts", indicando neste somente as bebidas alcoólicas destiladas. Então, vinho, cerveja e espumante não deverão ser afetados.

Inicia-se assim na Europa uma verdadeira luta contra o abuso do álcool. Um problema real em todo o mundo, especialmente para os mais jovens e para aqueles com menos de 30 anos, para os quais o abuso de álcool na condução de veículos é a principal causa evitável de mortalidade, morbilidade e incapacidade. Um fenômeno preocupante porque os adolescentes, assim como as mulheres e os idosos, são fisiologicamente mais vulneráveis ​​aos efeitos do álcool pela suas reduzidas capacidades de metabolizá-lo em seus organismos mais frágeis.

Se então, para além da clássica comunicação, forem necessárias imagens chocantes nas garrafas, elas serão bem-vindas, sem esquecer que a educação dentro de cada família, sempre contará mais. 

Além das questões que se referem ao abuso de álcool e condução de veículos, que colocam outras pessoas em risco além do próprio alcoolizado, o álcool, por ser uma bebida muito calórica, também pode ser causa de obesidade. Portanto é válida, seja como questão de saúde pública que para o consumidor, a informação correta e abrangente sobre a composição de cada tipo de bebida, você concorda?

Especialmente indicado para você: 

EQUADOR ADOTA O SISTEMA DE SEMÁFOROS PARA INDICAR O EXCESSO DE SAL, GORDURA E AÇÚCAR NOS ALIMENTOS

JUNK FOOD IGUAL AO CIGARRO: FOTOS CHOCANTES EM SUAS EMBALAGENS PARA ALARMAR SOBRE OS RISCOS