Insônia: quando dormir mal se torna um problema de saúde?

insônia

Acontece de dormir mal em várias ocasiões: por mudança de casa, de cama, por ansiedade em ocasião de uma prova ou trabalho novo, por conta de acontecimentos tristes que ocorrem de vez em quando, etc. Mas quando é que a chamada insônia é preocupante a ponto de termos de procurar um médico?

Diz-se insônia quando o sono é ruim, ou seja, disturbado em sua duração ou qualidade pois dormir bem não é somente dormir tantas horas. Somente um sono bom permite um despertar restaurador, fundamental para a boa saúde.

Quando a insônia é preocupante?

Existem vários tipos de insônia, divididos principalmente em:

* insônia inicial (é a dificuldade em se adormentar);
* insônia central (é o acordar frequentemente durante a noite sem que exista uma causa fisiológica para tal);
* insônia retardada (quando se acorda demasiadamente cedo)

Cada tipo de insônia se divide em:

* insônia transitória (quando dura um ou poucos dias)
* insônia breve (quando dura poucas semanas)
* insônia prolongada (quando se manifesta por mais de um mês e aí é hora de procurar um médico para descobrir sua causa).

O sono é necessário para para restaurar as atividades mentais mas também físicas e psíquicas da pessoa. Uma insônia passageira, ainda que dure uns dias, pode ser normal se houver alguma causa mais ou menos evidente e principalmente se não comprometer sua vida pessoal, sua eficiência no trabalho, seu humor etc. Mas quando o problema se estende para além do que seria aceitável, sempre dadas as circunstâncias pessoais, é necessário buscar a origem e individualizar a causa da insônia.

Dificuldades de se adaptar a novas situações, estresse, momentos de especial agitação, problemas financeiros e até mesmo uma nova paixão, são motivos que podem desencadear a insônia sem que isso signifique um mal em si. Por outro lado, existem situações fisiológicas que também podem causar insônia, desde doenças cardiovasculares, respiratórias, reumáticas, neurológicas à síndrome da bexiga hiperativa, por exemplo.

Portanto, se ao acordar o sono não parecer ter sido suficientemente restaurador, tente entender se as causas poderiam ser passageiras e, se o problema durar mais de um mês, procure um médico que poderá avaliar o teu caso em particular.

No link abaixo, seguem algumas dicas para dormir bem, afinal, nada melhor que uma boa noite de sono para nos sentirmos animados e dispostos durante todo o dia.

Especialmente indicado para você:

NO DIA MUNDIAL DO SONO, 7 CONSELHOS PARA DORMIR BEM

COMO SE RECUPERAR DE UMA NOITE SEM DORMIR?

ESTUDO AFIRMA QUE DORMIR AS BOAS 8H DE SONO DURANTE A NOITE É FUNDAMENTAL PARA A SAÚDE