Óleos essenciais: o que são e as doses justas para uma ótima utilização

Óleo essencial

Os óleos essenciais são remédios naturais muito poderosos e concentrados, têm um efeito muito rápido em nosso organismo, por isso é importante saber como usá-los corretamente e as doses justas, tanto para sua eficácia como remédio, como para evitar a superdosagem.

É sempre bom consultar ou terapeuta naturista (naturapeuta) de confiança que poderá indicar com precisão, o tempo e a dosagem da terapia baseando-se em cada caso particular.

As indicações sobre a quantidade de óleos essenciais que apresentamos a seguir, são baseadas em conselhos da farmacêutica francesa Daniéle Festy, especialista em remédios naturais, plantas e homeopatia.

O que são óleos essenciais?

Podemos descrever os óleos essenciais como a parte odorífera volátil extraída das plantas. Os óleos essenciais podem provir de diferentes partes de uma planta, por exemplo, a partir das flores, frutos, peles, folhas ou cascas. Entre os óleos essenciais mais famosos e utilizados estão o óleo essencial de lavanda e óleo essencial de melaleuca (tea tree).

Cada óleo essencial tem suas próprias propriedades específicas que o tornam útil para muitas aplicações, desde a aromaterapia para promover bom humor às inalações para constipações, tratamento de dores de cabeça, massagens para relaxar os músculos e muito mais.

Doses para a utilização dos óleos essenciais

As informações a seguir são apenas indicativas, lembrando que não substituem os conselhos do seu médico naturalista. Antes de usar os óleos essenciais como remédios naturais, consulte um bom especialista que poderá indicar o melhor tratamento para cada caso específico.

Dose para diluição dos óleos essenciais em réchauds

Podemos usar os óleos essenciais em um difusor para ambientes (réchauds) para perfumar a casa, o escritório, etc, criando uma atmosfera relaxante ou energizante, ou para purificar o ar e prevenir doenças. Use de 4 a 5 gotas do óleo essencial na água do réchaud.

Fumigações com óleos essenciais

Para fazer fumigações (inalações) para constipações ou nariz entupido coloque 6 gotas de óleo essencial em uma panela ou em uma bacia de vidro com água fervente e respire os vapores. Cuidado para não se queimar e use uma toalha sobre a cabeça para que os vapores não se dispersem muito rapidamente. A inalação com óleos essenciais, não é recomendada para pacientes asmáticos e pessoas alérgicas.

Óleos essenciais em um lenço

As fumigações com óleos essenciais são inalações úmidas enquanto no lenço, são secas. Derrame 2 ou 3 gotas de óleo essencial em um lenço limpo e respire profundamente até mais de uma vez por dia. O método igualmente não deve ser usado em pessoas alérgicas.

Óleos essenciais puros na pele

oleo essencial dose2

Aplique os óleos essenciais puros sobre a pele apenas em caso de emergência e quando precisar de um efeito rápido. A quantidade de óleos essenciais para ser aplicado puro sobre a pele não deve exceder 3 ou 5 gotas para serem massageadas sobre o pulso, nas dobras dos cotovelos, ou nas plantas dos pés, onde a pele é mais fina. Nesses pontos os óleos essenciais entram rapidamente na circulação sanguínea.

Compressas com óleos essenciais

As compressas com óleos essenciais são preparadas embebendo uma gaze em água quente ou fria e adicionando na mesma gaze de 3 a 6 gotas de óleo essencial. O tempo de aplicação da compressa, a água quente ou fria e escolha dos óleos essenciais variam de acordo com o problema a ser tratado. As compressas são úteis para tratar dores, inflamações, erupções cutâneas, picadas de insetos, herpes, etc.

Massagens com óleos essenciais

Para fazer massagens com óleos essenciais, dilua de 4 a 6 gotas do óleo essencial em 2 colheres de chá de óleo vegetal (por exemplo de amêndoas doces ou óleo de coco). As massagens com óleos essenciais são especialmente úteis para a fadiga muscular, dores musculares, celulite, problemas circulatórios e necessidade de relaxar. Entre os óleos essenciais mais adequados para se fazer massagens relaxantes estão: lavanda, manjerona, tangerina e camomila.

Banheira, chuveiro e banho de pés com óleos essenciais

Usar óleos essenciais na água do banho (banheira ou ducha) e nas bacias com água para descansar os pés, é um dos métodos mais comuns para usufruir deste remédio natural. Aqui vão as doses: para a banheira: 10 gotas de óleo essencial misturado em 1 colher de sopa de óleo vegetal ou de sabonete líquido neutro. Para o pedilúvio: 6 gotas (para adultos) ou 4 gotas (para crianças) de óleo essencial diluído em uma colher de chá de sabonete líquido ou de óleo vegetal. No chuveiro: 1 ou 2 gotas de óleo essencial juntamente com uma dose normal de sabonete líquido colocada na mão.

Variações das doses

As doses dos óleos essenciais variam de acordo com o tipo de óleo essencial a ser usado e com o problema a ser tratado. O conselho é comprar sempre óleos essenciais de alta qualidade e usá-lo sob a orientação de um especialista.

Leia também:

CONHEÇA A AROMATERAPIA E SEUS BENEFÍCIOS

AROMATERAPIA: PERFUMES E AROMAS QUE FAVORECEM O BOM HUMOR

AROMATERAPIA: PRINCIPAIS ÓLEOS E UTILIZAÇÕES

15 ÓLEOS VEGETAIS PRECIOSOS PARA SAÚDE E BELEZA

ÓLEO DE RÍCINO: DIVERSOS USOS PARA CABELOS E PELE