Dor na cervical: sintomas e causas comuns

cervical

A dor na cervical (cervicalgia, em linguagem médica) pode surgir nas vértebras cervicais e irradiar para a cabeça, pernas ou costas. A dor na cervical é uma das doenças músculo-esqueléticas mais comuns. 

Ela aparece, especialmente, após os 45 anos de idade, mas pode ocorrer em pessoas mais jovens. Para algumas pessoas pode-se tornar um problema recorrente e repetir-se ciclicamente por meses, e até anos. A dor pode ser ligeira ou moderada, mas não é o único fator presente. Na verdade, a dor cervical pode ser acompanhada, por exemplo, de dor de cabeça, náuseas e tonturas.

Os sintomas da dor cervical

Entre os sintomas mais comuns de dores cervicais estão dores nas vértebras cervicais e no pescoço, tontura, dor de cabeça, problemas de visão rígida e audição, problemas de deglutição.

Quando as dores se estendem a outras partes do corpo, podem afetar o pescoço e os braços e, por vezes, as mãos. Pode ocorrer, também, uma sensação de fraqueza nos braços e mãos, bem como dormência e formigamento nos membros superiores. Os sintomas podem ser mascarados por febre, vômitos, calafrios, tremores, náuseas, vômitos, perda de peso ou apetite sem explicação aparente.

A dor na região do pescoço pode ser acompanhada por rigidez e espasmos musculares. Podem haver outros sintomas, como zumbidos nos ouvidos, perda de equilíbrio, problemas de audição e visão, dor na testa e acima dos olhos.

Causas da dor na cervical

 

Contrações musculares

Contraturas musculares são uma causa muito comum em relação à dor no pescoço. Em particular, na faixa etária de jovens, a dor é quase sempre causada por contraturas musculares simples.

Postura incorreta e vida sedentária

Aqueles que levam uma vida sedentária, com especial referência para o trabalho de escritório, estão mais sujeitos ao risco de adotar uma má postura por muito tempo, especialmente na parte superior da coluna e do pescoço. A má postura e um estilo de vida sedentário podem afetar as vértebras cervicais e causar dor. O problema da má postura também afeta os estudantes que passam longas horas curvados sobre seus livros ou no teclado do computador.

Leia também: setaDOR NAS COSTAS: SAIBA COMO ALIVIAR A DOR COM MEIOS NATURAIS

Smartphone

No longo prazo, manter a cabeça para baixo para usar o smartphone pode causar problemas nas costas e na coluna cervical, em particular. De acordo com especialistas norte-americanos, inclinar-se para olhar para o telefone ou o tablet pode ser o equivalente, para as costas, em transportar uma criança de 7-8 anos de idade. De fato, a carga sobre a coluna vertebral pode variar em função da inclinação do pescoço. Os especialistas recomendam olhar para o telefone segurando suas costas em uma posição neutra e não tensa, com as orelhas alinhadas com os ombros e omoplatas retraídos.

Leia também: setaJOVENS E CRIANÇAS COM “PESCOÇO DE SMS': CULPA DO SMARTPHONE

Fatores traumáticos

A dor na cervical pode ser causada por fatores traumáticos como acidentes na vida diária ou no trabalho, lesões traumáticas anteriores, transporte de cargas com impacto sobre o pescoço e costas.

Hérnia cervical

Entre as causas de dor no pescoço está a hérnia cervical. É um distúrbio causado pela compressão dos discos das vértebras cervicais que pode ser provocada por um trauma mecânico de um acidente ou uma colisão ou um esforço excessivo.

Osteoartrite cervical

A artrite cervical também pode ser a base do aparecimento de dor na cervical. A osteoartrite cervical é uma doença degenerativa das vértebras cervicais que pode começar a ocorrer naturalmente por volta dos 50 anos, mas que também pode aparecer antes, por muitas razões. As vértebras cervicais ficam deformadas, comprimindo os nervos e causando dor.

Outras causas de dor de cervical

Também pode estar relacionada a estresse, uso inadequado de travesseiros, defeitos oclusais das arcadas dentárias, defeitos do campo visual que afetam a coluna, cifose dorsal ou lombar, lordose, calafrios, prática de alguns tipos de esportes, como boxe, rugby e levantamento de peso.

No entanto, na maioria dos casos, a principal causa de dor cervical não é grave. É importante não subestimar os problemas e contar com os cuidados de um especialista, especialmente se a dor persistir .

Leia também:

setaDORES QUE PODEM ESTAR LIGADAS A ESTADOS EMOCIONAIS

setaDOR NAS PERNAS: COMO ALIVIAR COM REMÉDIOS NATURAIS