Disfunção erétil é mais comum do que se imagina

Disfunção Erétil

A disfunção erétil é um problema que causa muita ansiedade nos homens. Ela se caracteriza pela dificuldade de ter e manter a ereção.

O problema atinge principalmente homens mais maduros, sendo bem raro nos mais jovens. Nestes, em 90% dos casos, a causa mais comum é a ansiedade.

Como explica o urologista Diogo Mendes, a disfunção erétil vai acontecer um dia, inevitavelmente, com qualquer homem, por isso, ele não deve se preocupar com ela, caso aconteça. A partir dos 40 anos e, sobretudo, a partir dos 60, é que a disfunção erétil se torna mais comum no homem. A hipertensão, a obesidade, enfermidades e medicação são algumas causas da disfunção erétil.

Segundo o urologista, o jovem não deve se preocupar com a disfunção erétil porque é muito comum que ela ocorra. Ele alerta que os jovens não devem fazer uso de medicamentos, mesmo recreativamente, que mantêm a ereção.

Existe tratamento medicamentoso para combater a disfunção erétil, mas o médico prescreve que as atividades aeróbicas - como caminhada, andar de bicicleta -, ter uma alimentação saudável e evitar o fumo e o álcool são os melhores preventivos da disfunção erétil. Segundo o especialista, quem cuida do coração, cuida da ereção.

Por isso que maus hábitos de vida são os maiores causadores da disfunção erétil. O homem deve entender que comer bem e manter hábitos saudáveis são cuidados para o seu coração, evitando problemas de ereção.

Viagra? Nem por brincadeira! Álcool? Pode piorar!

Os jovens devem evitar o uso de medicamentos que estimulam a ereção, porque biologicamente eles não são necessários, o álcool em excesso e os anabolizantes, conhecidos como “bombas”, pois danificam o seu organismo e a sua sexualidade. A sexualidade humana não é instantânea. O ser humano precisa de tempo para conhecer o seu corpo e o de seu parceiro.

Outro ponto levantado pelo urologista é em relação ao uso de álcool como estimulante para liberar a libido. O álcool, os medicamentos para a ereção e as bombas são danosos para a saúde do homem, principalmente a partir dos 30 anos. A mistura desses elementos é ainda mais perigosa.

Fica o alerta para os homens não buscarem refúgio em medicamentos e em drogas para tentar solucionar problemas com a ereção. Além de comum na vida sexual de qualquer homem, caso haja qualquer problema mais sério, o ideal é procurar a ajuda de um especialista.

Leia também:

seta

AFRODISÍACOS: TODOS OS ALIMENTOS QUE AUMENTAM A PAIXÃO (E A FERTILIDADE)

seta

HOMENS QUE ADORAM COMIDA PICANTE TÊM MAIS TESTOSTERONA

seta

A FERTILIDADE MASCULINA DIMINUI EM HOMENS QUE GUARDAM O CELULAR NO BOLSO