A dança é um santo remédio: curativo e rejuvenescedor, retarda o processo de envelhecimento do cérebro

  • atualizado: 
dança

Um estudo feito por neurocientistas e médicos revelou o que muita gente já havia percebido na prática e que, há milhares de anos, nossos ancestrais já haviam descoberto, pois, todas culturas e civilizações tinham em seus ritos, festejos e práticas de cura, a DANÇA!

Isso mesmo! A dança é um santo remédio, curativo e rejuvenescedor e, agora, a ciência comprovou num estudo publicado no Frontiers in Human Neuroscience Journal, que afirma:

Pessoas que fazem dança e atividade física retardam o processo de envelhecimento do cérebro.

Os neurocientistas e pesquisadores envolvidos, neste estudo, afirmam que dançar é até mais eficaz que o exercício físico, para combater os efeitos do envelhecimento no cérebro e para manter a saúde mental.

Saiba a seguir porque dançar é tão eficiente para retardar o envelhecimento e a importância e os benefícios da dança, através dos seguinte tópicos, que serão abordados nesta matéria:

1. Dançar retarda o envelhecimento

Dança ou Ginástica? Os efeitos de dois programas de treinamento em plasticidade hipocampal e habilidades de equilíbrio em idosos saudáveis revelou que dança e exercícios físicos retardam e previnem a degeneração da função mental e do órgão cerebral, em virtude do efeito do envelhecimento.

Através destes estudos, ficou provado que 2 tipos de atividades físicas, a dança e os exercícios físicos, melhoram a função cerebral, que diminui, por conta da velhice.

Mas ficou evidenciado que, destas duas atividades físicas, a dança é mais eficaz no quesito melhorar o equilíbrio e a coordenação espacial.

Para essa pesquisa foram selecionados 52 idosos voluntários entre 63 e 80 anos, que foram divididos, de forma aleatória em dois grupos.

Para um grupo foi determinado fazer aulas de dança e o outro grupo atividades esportivas.

O grupo de dança participou de diversas coreografias, às quais os integrantes tiveram que memorizar.
O outro grupo de atividades esportivas, se envolveu em exercícios com treinos de força, resistência e flexibilidade.
Como resultado desse estudo se constatou que a área do hipocampo do cérebro, que é a mais afetada pelo envelhecimento, ficou mais ativa, nos dois grupos. O hipocampo é a área do cérebro responsável pela memória, pelo equilíbrio e aprendizado.

Outra constatação importante é que somente nos voluntários do grupo de dança ocorreu aumento de volume de outras partes no hipocampo esquerdo e de uma parte do hipocampo direito denominada de subículo.

O grupo de dança teve que dançar vários gêneros musicais e coreografias, pois, a cada duas semanas iam recebendo novos movimentos para os braços, passos, ritmos, organização e velocidade. Então, dançar foi um exercício não só para o corpo, mas também, para a mente.

Ficou provado, através deste estudo, que a dança, com diversos passos e coreografias, é mais eficaz que às atividades físicas repetitivas.

A organização desta pesquisa envolveu vários especialistas médicos e cientistas que trabalharam e acompanharam em conjunto para realizá-la.

Através dessa experiência, o grupo de especialistas puderam atestar o quão eficiente é a dança para evitar o desgaste do cérebro e a diminuição do equilíbrio e da memória, por conta do envelhecimento.

2. A dança é saudável para nossa Alma

dança 1

A dança tem poder terapêutico, haja visto que existem terapeutas holísticos e psicólogos que utilizam a Dançaterapia para ajudar seus pacientes a se conhecerem e superarem bloqueios.

  • Os povos primitivos utilizavam a dança como forma de cultuar e se comunicar com os Seres Divinos e ritualizar com as Forças da Natureza.
  • Os Xamãs e os Curandeiros Indígenas também se valem da dança para os rituais e preparações para o trabalho de cura e proteção.
  • Os Sufis através da Dança Dervishe, entram em estado meditativo, sentindo a comunhão com o Princípio Universal.
  • A Dança Circular tem sido implementada por Instituições governamentais e públicas como medida de melhoria de qualidade de vida para pessoas de mais idade, além de promover, também, em todas faixas etárias, maior sociabilização, comunhão entre as pessoas e bem-estar individual.
  • A dança envolve música, movimento e emoção, promovendo prazer e trazendo mais disposição e motivação para quem tem o hábito de dançar.
  • Não é à toa que a ciência concluiu que a dança é benéfica para evitar certos estados degenerativos no ser humano.
  • A dança proporciona benefícios para nossa saúde e nosso corpo, aumenta os níveis dos hormônios do bem-estar e da felicidade.
  • Quem dança relaxa, brinca, sente, solta-se, movimenta-se, e tudo isso faz bem para o corpo, mente e coração!

Vejam neste vídeo, que mostra o grupo Dabke Dance, no Aeroporto Duty Free Rocks de Beirute, contagiando os passageiros com o ato de dançar, conseguindo em um lapso de tempo unificar as pessoas que passavam e por um momento se envolveram com o ritmo e movimentos da dança.

Naquele instante todos, que participaram da dança, seja dançando ou apreciando, de certo modo, se confraternizaram, mesmo sem se conhecerem!

Assistam e se contagiem com a dança!

3. Dançar é um santo remédio!

Neste vídeo, do canal Boas Notícias, mostra um homem de idade avançada que ao ouvir um ritmo alucinante de rock, dos anos 50, não resistiu e voltou no tempo da sua juventude, largando até as muletas para dançar!
Confiram o poder mágico da dança!

4. Aprendendo a dançar com a Vida!

A dança também é um ato de Paz e Unificação, como seria bom se em vez de se estressar, sentir raiva ou brigar as pessoas dançassem, até se acalmarem!

Segue uma reflexão sobre isso, para nos inspirar!

Dançando com a Vida!
Ah, se tudo fosse resolvido dançando!
A solução de cada contenda com o simples ato de dançar!
Na raiva sairíamos a bailar, freneticamente, até passar.
No medo, em vez, de nos escondermos ou temermos algo, dançaríamos, rodopiaríamos, até nos encorajar!
Na tristeza com movimentos suaves dançaríamos e seguiríamos a bailar, para nos alegrar!
Com o inimigo dançaríamos, mesmo que separados, mas não deixaríamos de dançar, para, dessa forma, nos pacificar!
E, para amenizar a inimizade, dançaríamos muitos ritmos para o ódio eliminar!
E, dançando, os ânimos iriam acalmar e a Paz voltar!
Os seres viveriam mais leves e satisfeitos, sempre a dançar!
Finalmente, a humanidade teria aprendido que melhor que guerrear ou matar, é dançar, dançar e dançar ...
O corpo e a Alma precisam se movimentar e a energia transmutar em alegria, êxtase e elevada vibração!
A Alma é criativa, dança a música, que, também, no silêncio é ouvida!
Dancemos com a Vida e cultivemos o bem-estar, para paramos de sofrer e, cada vez mais, nos amar!

Sobre dançar, talvez te interesse ler também:

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!