Urbanidades: parkour é reconhecido como esporte

  • atualizado: 
parkour

As cidades são espaços de muita criatividade: moda, artes, esportes, costumes... O graffiti, por exemplo, que era considerado, há até bem pouco tempo, vandalismo, hoje é uma arte urbana a céu aberta acessível a todos os habitantes das cidades (menos em São Paulo, onde, infelizmente, o atual governo pintou de cinza o maior mural a céu aberto da América Latina). Quantos artistas renomados são referência na arte do graffiti, como os brasileiros Os Gêmeos e o britânico Banksy. Aliás, é da terra deste que vem o reconhecimento de mais uma modalidade esportiva, criada no ambiente urbano: o parkour.

O que é parkour

O parkour é um método de treinamento que permite ao indivíduo ultrapassar de forma rápida, eficiente e segura quaisquer obstáculos utilizando apenas o próprio corpo. Inicialmente, foi desenvolvido na França nos anos de 1980 e seu nome vem do francês "parcous", que significa "rota" ou "curso". Dentre as diversas influências de práticas corporais do parkour estão as ginásticas e o Método Natural de Educação Física de Georges Hébert, também conhecido como 'Métode Naturelle', que utilizava habilidades e capacidades corporais para superar obstáculos em ambientes urbanos e naturais. O parkour pode ser praticado individualmente ou em grupo.

parlour grupo

O agora esporte tem muita plasticidade, pois os praticantes correm, escalam e pulam entre casas, muros, telhados, escadas e qualquer outro obstáculo encontrado nas cidades. Os movimentos são realizados com muito dinamismo e vigor e não envolve competitividade.

Reconhecimento do esporte

parkour mulher

O Reino Unido é o primeiro país a reconhecer o parkour como um esporte. A vantagem desse reconhecimento é abrir portas para o crescimento do esporte e de financiamento para a sua prática, segundo a Superinteressante

Um de seus praticantes, Sebastien Foucan, disse ao The Guardian que: “Parkour não era uma atividade muito conhecida. Está mais famosa agora, mas em termos de instituições, não havia reconhecimento. Mas agora, finalmente, estamos fazendo história. E o Reino Unido é o pioneiro”.

Ficamos felizes com a notícia, pois toda atividade física deve ser valorizada e incentivada. O vídeo abaixo mostra coisas incríveis, inclusive muito perigosas. Esperamos também que o reconhecimento do esporte traga regras e mais segurança para a modalidade. Que é lindo, isso é!

Especialmente indicado para você:

MOSS GRAFFITI: 3 MÉTODOS PARA CRIAR O GRAFITE COM MUSGO

LATA 65, A ARTE DE RUA QUE NÃO TEM IDADE E QUEBRA ESTEREÓTIPOS