Disciplina positiva: o caminho de sucesso para criar crianças felizes

  • atualizado: 
Disciplina-positiva

Todo mundo quer ver seu filho feliz, isso é o maior sucesso que um pai pode ter. Dentro das mil possibilidades de educação que existem, das mais rígidas disciplinares às mais libertárias possíveis, existe um meio termo baseado no amor e na compressão. Conheça a disciplina positiva, sua importância e como aplicar esse programa educacional.

Criar filhos nunca foi fácil, mas, atualmente, as pessoas não se sentem mais “presas” a educar de uma forma só. Existem várias formas de educar. Não existe certo e errado nessa história, pois educação é um desafio para qualquer ser humano. No entanto, existem cada vez mais pesquisas apontando que algumas práticas não somente não são efetivas, como acabam prejudicando a criança em longo prazo, é o caso do hábito de usar da violência física para “disciplinar”.

Por isso, hoje já se sabe que crianças educadas com amor e respeito possuem mais chances de sucesso. E sucesso aqui não é medido pela quantidade de dinheiro que ela vai ter, ou por uma carreira invejável, mas sim pelas habilidades sociais, autoestima fortalecida, empatia e conexão com os outros. Isso é o que pretende a corrente conhecida como disciplina positiva.

O que é a disciplina positiva?

A disciplina positiva é um programa educacional que visa proporcionar às crianças e adolescentes um ambiente que permita que elas se desenvolvam adequadamente, sendo respeitadas em sua integridade, de modo a conseguirem adquirir as habilidades necessárias para tornarem-se adultos mais felizes. Por isso é um modelo de educação de longo prazo.

A origem do conceito data dos anos 20, graças aos trabalhos dos psiquiatras Alfred Adler e Rudolf Dreikus, que ensinavam pais e educadores a lidarem com as crianças e jovens de modo mais efetivo, tendo como premissa o fato de que os seres humanos necessitam do senso de pertencimento e importância para se desenvolverem adequadamente.

As ideias de Adler e Dreikus inspiraram Jane Nelsen, educadora e psicóloga, a escrever a respeito. Seu livro mais famoso “Disciplina Positiva” mostra como aplicar essa forma de educação e a importância dela.

Como funciona a disciplina positiva na prática?

A ideia principal por trás da disciplina positiva é incentivar pais e educadores a enxergarem as crianças e adolescentes como os seres humanos que são, de forma a respeitá-los e entende-los para que a educação seja mais efetiva e eles, mais realizados. Inúmeras pesquisas mostram que as crianças precisam da conexão com os outros, principalmente dos cuidadores, e que tendem a se tornar adultos melhores quando estabelecem vínculos fortes.

A disciplina positiva não é deixar a criança fazer o que ela quer, embora a falta de conhecimento a respeito dessa corrente possa estimular esse pensamento.

Na verdade, a disciplina positiva mostra que é possível educar com firmeza e gentileza, sem precisar recorrer à punições, humilhações e agressões. Ela funciona, nesse sentido, como um equilíbrio entre o autoritarismo e a permissividade. Você vai continuar dizendo não para seus filhos, pois isso é essencial para o pleno desenvolvimento deles, mas vai fazer isso de modo respeitoso e buscando as causas dos maus comportamentos, ao invés de apenas puni-los. Isso faz toda a diferença.

A disciplina positiva visa ainda ensinar as habilidades sociais necessárias para que a criança lide melhor com as pessoas e com si mesma na vida adulta. Quanto mais equilibrada emocionalmente, valorizada, maiores as chances de agir sobre o mundo com resiliência e amor.

Os principais fundamentos da disciplina positiva são estimular a conexão, o respeito mútuo, ensinar habilidades sociais e de vida, incentivar na descoberta das capacidades e entender que essa é uma corrente que é efetiva em longo prazo. É necessário persistência e segurança de que está fazendo o melhor pela criança.

Como aplicar no dia a dia

Existem diversos livros, sites e blogs que tratam do tema. Um dos mais conhecidos, que dá dicas bem interessantes a respeito é o site Paizinho Vírgula, assim como o Disciplina Positiva e o Criando com Apego.

Existem algumas dicas de como aplicar a disciplina positiva, entre elas é possível destacar:

  • Olhe a criança nos olhos e fique na altura dela para comunicar algo. Isso mostra respeito, que você se importa e a incentiva a prestar atenção ao que você vai dizer
  • Trate a criança com empatia, mostrando que respeita e entende os sentimentos dela;
  • Demonstre afeto e dê atenção. Isso é essencial para a autoestima e construção da conexão;
  • Tenha limites claros e seja sempre coerente. Explique os “nãos” e seja firme.

Talvez te interesse ler também:

10 INVENÇÕES DE CRIANÇAS PARA TORNAR O MUNDO UM LUGAR MELHOR

CRIANÇAS QUE BRINCAM AO AR LIVRE E SE SUJAM SÃO MAIS SAUDÁVEIS E FELIZES

COMO DEMONSTRAR AMOR INCONDICIONAL AOS SEUS FILHOS, MESMO SEM PALAVRAS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!