Como criar meninas fortes e seguras

  • atualizado: 
meninas fortes

Ser mulher nunca foi fácil, mas na medida que o tempo passa, os desafios vão se moldando às exigências da vida moderna e a fila de importâncias vai mudando de lugar. A aparência física, por exemplo, embora tenha sido sempre valorizada, atingiu hoje patamares altíssimos e o resultado é que não são poucas as mulheres insatisfeitas com a própria imagem. O que dizer da exigência para que elas sejam bem-sucedidas financeiramente e também na vida pessoal?

Acontece que as mulheres de hoje foram as meninas de ontem, e talvez esteja aí a chave para potenciais modificações nessa onda de infelicidade que paira sobre tanta gente.

Se você tem uma menina em casa, talvez já esteja pensando há algum tempo como nutri-la de ferramentas suficientes para que ela seja feliz, forte e segura.

A construção de uma identidade saudável e da autoconfiança é um exercício diário. Nesse sentido, existem algumas atitudes que podem ajudar bastante. Confira.

1. Mostre que ela não é um rótulo

Feia, bonita, gorda, magra. Embora comuns, esses rótulos são responsáveis por fazer muita gente sofrer, principalmente quando não se encaixa no padrão. Evidentemente, sua filha terá acesso a esses rótulos e talvez seja alvo de alguns lugares-comuns, mas se você souber mostrar que ela jamais será uma coisa só, que o ser humano é complexo, que todos têm defeitos e qualidades, ela terá mais condições de saber lidar com isso. Nesse sentido, evite rotular os outros, pois a criança observa os pais como professores de vida e, mesmo que você diga que ela não pode aceitar os rótulos, se você fizer isso com os outros, ela vai acabar repetindo o comportamento.

Evite, ao máximo, expô-la aos padrões que a mídia impõe, as necessidades criadas pelo mercado e também ao excesso de cobranças, principalmente em termos de aparência. Não deixe que ela entre em uma fase sem estar pronta, como, por exemplo, usar maquiagem, salto alto ou roupas de adultos. Ela pode internalizar essa precocidade e isso pode causar bastante sofrimento, pois estará exigindo de si algo que demanda uma maturidade que ela ainda não tem.

2. Seja um exemplo

A menina se espelha muito nos pais, principalmente na mãe, no que diz respeito à aceitação, autoconfiança e identidade. Se você está sempre reclamando que está muito gorda ou muito magra, a sua filha pode entender que isso é importante e passar a repetir esse padrão também. Não deixe de cuidar da própria aparência, pois isso é importante para a autoestima, mas faça isso para sentir-se bem, e não para mostrar para os outros. A sua filha vai entender rápido que cuidar de si e supervalorizar a aparência são coisas totalmente diferentes.

3. Trabalhe a autoestima dela

É importante que ela receba elogios sinceros, não somente sobre seus olhos ou cabelos bonitos, mas sobre sua criatividade, empenho e outras qualidades. Ajude-a construir uma autoestima forte o suficiente para ela entender o quanto é complexa, especial e única. Seja um espelho de autoconfiança para direcioná-la rumo a construção de uma imagem saudável de si. Quando ela começar a questionar, principalmente na adolescência, esses padrões impostos, dialogue e mostre o quanto é importante saber “ser” integralmente quem ela é.

4. Incentive-a a ir atrás do que quer

Desde a primeira infância, incentive a sua filha a fazer as coisas sozinha, desde que adequadas para a faixa etária dela. Mostre a importância da autonomia para saber conduzir a própria vida nos anos que virão. Deixe-a ajudar nas tarefas domésticas, para que ela se sinta valorizada e tenha responsabilidades. Com o passar do tempo, conforme sua filha for crescendo, respeite os gostos, opiniões e sonhos dela, mostrando que é ela, e somente ela, que deve decidir o próprio caminho.

5. Seja afetuosa e aberta

Uma criança que recebe todo amor que precisa, que tem um canal de comunicação sempre fluido com os pais, dificilmente vai ser um adulto inseguro. É na base do amor, do exemplo que veem em casa, que os pequenos constroem a própria identidade. Dialogue bastante com sua filha, dê carinho, mostre que se importa com ela. Esse é certamente uma atitude essencial para fazê-la crescer forte, segura e feliz.

Sobre educação, crianças e pais, talvez te interesse ler também: 

seta

COMO FAZER AS CRIANÇAS GOSTAREM DE LER

setaCOMO FAZER AS CRIANÇAS ENTENDEREM A IMPORTÂNCIA DE LAVAR AS MÃOS COM ESTE EXPERIMENTO

setaDESMAME NATURAL – SAIBA A IMPORTÂNCIA DE RESPEITAR O TEMPO DA CRIANÇA DURANTE ESSE PROCESSO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!