10 Dicas para fortalecer a imunidade das crianças

  • atualizado: 
imunidade infantil

Pior do que ficar doente é ver um filho doente. Ninguém quer passar por isso, no entanto, parece que as crianças adoecem o tempo todo. Mas será que é isso mesmo? Em primeiro lugar, é importante lembrar que a imunidade dos pequenos está em formação, não é como a dos adultos. Por esse motivo apenas com o passar do tempo – conforme o organismo amadurece e se expõe aos micro-organismos para criar resistência – é que os episódios de doença diminuem. No entanto, existem muitas formas de turbinar a imunidade das crianças com medidas simples e eficazes. Conheça abaixo quais são elas.

Tudo começa com a amamentação

Não é à toa que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda amamentação exclusiva até os seis meses e complementar por dois anos ou mais. O aleitamento é essencial no início da vida das crianças. O leite materno é um composto rico, contendo todos os nutrientes para a saúde do bebê, bem como uma boa dose de anticorpos, repassados do organismo da mãe para o neném. Nenhum produto consegue se equiparar ao leite materno, nem o melhor dos leites artificiais. Por isso, valorize a amamentação, insista, tendo em vista que o início do processo costuma ser bem complicado mesmo. Tenha certeza de que estará fazendo o melhor para seu filho.

E com a vacinação

As vacinas são uma das mais essenciais evoluções da medicina. Muitas vidas foram salvas graças a elas. Doenças que antes comprometiam a vida das crianças hoje já são quase erradicadas, graças ao calendário de vacinação. Elas são seguras e completas. Além de proteger os filhos, a medida ajuda ainda a proteger todos ao redor, já que evita potenciais contaminações.

Ensine a criança a comer bem

Alimentar-se de modo adequado, com itens saudáveis e nutritivos é um hábito. Por isso, eduque, desde cedo, o paladar da criança. Tenha sempre à disposição frutas, verduras e legumes e varie o cardápio, sempre que puder. Vegetais verdes escuros, como couve, espinafre e brócolis, leguminosas, como feijão, ervilha e grão-de-bico, sementes, gengibre, inhame e óleo de coco podem fazer milagres pela saúde, já que dão aquela fortalecida no sistema imunológico.

O poder da água

Ensine também seu filho a se hidratar, a gostar de tomar água. Esse componente é essencial nas funções vitais do organismo e ainda ajuda na recuperação mais rápida, quando há uma doença instalada. A dica para ter sempre por perto uma garrafinha é muito certeira. Escolha uma do personagem preferido da criança, que certamente ela vai gostar desse hábito.

Deixe a criança dormir

As crianças precisam de muito tempo de sono para crescerem bem e de modo saudável. Dormir bem é um excelente remédio para o organismo, já que o descanso auxilia no fortalecimento imunológico e na correta absorção de toda a informação e aprendizado que os pequenos recebem diariamente.

Higiene é essencial...

Lavar as mãos antes das refeições e ao usar o banheiro, bem como depois que chegar da rua são medidas simples para evitar a ação de micro-organismos oportunistas. Manter uma boa higiene é essencial para manter vírus e bactérias bem longe. Ensine a criança a adotar tais hábitos desde cedo mas sem exageros. Germes e bactérias também ajudam a fortaleces a defesa imunológica da criança. O excesso de higiene atual vem sendo muito criticado por médicos e cientistas hoje em dia.

 

Mas nada de neurose

Embora a higiene seja essencial, não precisa exagerar, pois o excesso pode gerar um efeito contrário, e fazer a criança ficar suscetível a quadros alérgicos, por exemplo. Isso por que ela precisa ter contato com o mundo para que o organismo aprenda a se defender. Deixe seu filho ser criança, brincar na terra, com os amigos e até mesmo ter contato com as próprias sujidades (caca de nariz, por exemplo). Já existem pesquisas que mostram que faz mais bem do que mal.

Leia também: 

POR QUE DEVEMOS DEIXAR A CRIANÇA SE SUJAR?

HIGIENE DEMAIS PODE FAVORECER LEUCEMIA EM CRIANÇAS

Deixe-a ter animais de estimação

Crianças que têm contato com animais de estimação ficam menos doentes, pois estão expostas a mais micro-organismos. Além disso tendem a ter menos alergias, e também quadros de asma. Por isso avalie de modo positivo quando a criança pedir para ter um bichinho. Além do fortalecimento imunológico, com certeza ela se sentirá mais feliz.

Cuide do emocional também

Existe uma forte relação entre o estado emocional e a saúde física. Uma criança com problemas internos é alguém mais vulnerável a desenvolver doenças. Por isso, vale sempre cuidar do emocional também. Diversos autores apontam para essa relação e existem estudos comprovando que crianças que recebem carinho criam uma espécie de memória afetiva no genes e tendem a ser mais saudáveis, como aponta a pesquisa publicada na Development and Psychopathology.

Leve a criança para tomar sol

O organismo humano precisa de sol. É por meio dele que sintetizamos uma das mais importantes vitaminas, a Vitamina D. Já existem estudos que mostram que a luz do sol energiza células responsáveis pela imunidade. Por isso, leve, sempre que possível, seu filho para tomar um “arzinho”.

Gostou das nossas dicas? Sobre crianças, talvez te interesse ler também:

CHEIRO DE SUOR EM CRIANÇAS – O QUE FAZER?

CHÁS QUE PODEMOS DAR ÀS CRIANÇAS. VEJA AQUI A LISTA!

VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA CONTRA CRIANÇAS - SAIBA COMO IDENTIFICAR E O QUE FAZER A RESPEITO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!