Vitamina D: porquê é importante para crianças e bebês

vitamina-D-em-bebês

A vitamina D é uma substância essencial para a fixação do cálcio e, portanto, para ter ossos saudáveis. Esta é a primeira resposta às mães que perguntam sobre o porquê de ser tão importante garantir esta vitamina aos filhos, desde o nascimento.

A vitamina D faz parte do grupo de nutrientes que suportam o crescimento e a saúde dos ossos: o pressuposto é que é muito importante ter boas doses de vitamina D durante as fases de crescimento, porque é precisamente neste período que são lançadas as bases para uma justa mineralização óssea, com consequências e repercussões na vida adulta (a carência pode causar raquitismo e osteomalácia).

A função da vitamina D em bebês e crianças, então, é acima de tudo promover um bom desenvolvimento dos ossos. Ela ajuda a sintetizar as enzimas presentes nas mucosas responsáveis ​​pelo transporte ativo do cálcio disponível e é necessária até que ossos e dentes estejam bem calcificados.

 

Como adquirir a vitamina D

Em alguns países, já na saída do bebê do hospital, os médicos prescrevem um suplemento a ser tomado pelo menos durante os três primeiros meses de vida do recém-nascido.

Dizem no entanto que seria suficiente uma exposição regular à luz solar, de cerca de 15 minutos por dia e fora dos horários de pico, para permitir ao nosso organismo a produção da vitamina D necessária para o seu correto funcionamento.

Além da exposição solar, é importante fazer atividades físicas para garantir um estilo de vida saudável. Sobrepeso e obesidade são inimigos também da vitamina D que, sendo solúvel em gordura, permanece "presa” nos depósitos de gordura e não consegue chegar aos órgãos que dela precisam.

Alimentos fontes de vitamina D

A vitamina D é encontrada em muitas fontes alimentares tais como peixes, ovos, óleo de fígado de bacalhau e leite enriquecido. Também é importante consumir alimentos ricos em cálcio: amêndoas, espinafre, couve, semente de chia, de linho, quinoa, melaço, laranja, sementes de sésamo, leguminosas, brócolis e figo.

O que acontece se faltar vitamina D

Raquitismo, osteomalácia e osteoporose são as doenças clássicas da deficiência de vitamina D, mas a sua falta pode estar ligada também à outras doenças tais como: asma, problemas cardiovasculares, artrite reumatoide, depressão, autismo, esquizofrenia, pressão alta e fraqueza muscular.

Leia também:

setaFÍSICO FORTE, CORAÇÃO SAUDÁVEL E MENOS ESTRESSE COM A VITAMINA D

setaVITAMINA D É PRECISO

setaQUE VITAMINA PODE ESTAR FALTANDO EM SEU ORGANISMO?