O que as crianças (e a gente) realmente quer ganhar de Natal?

No ano passado, a rede de lojas IKEA realizou na Espanha um sensível experimento com 10 famílias para saber o que as crianças realmente queriam ganhar no Natal. A campanha é tão comovente e fala de um assunto tão importante que nunca será tarde demais falar dela. Infelizmente, é possível que a campanha seja para sempre atual, mas esperamos que não.

A experiência consistia em pedir às crianças que escrevessem uma carta para os 3 Reis Magos (seria o mesmo que pedir às nossas crianças para escreverem uma carta ao Papai Noel). As crianças sabiam o que queriam: brinquedos, bonecas, carrinhos etc. Depois foi pedido às crianças que escrevessem um carta aos seus pais: "a outra carta", como se chamou a campanha.

Depois de escritas, os pais receberam as cartas de seus filhos. Ao lê-las, eles descobriram que os pedidos de cada uma eram bem diferentes do que eles podiam imaginar e existia uma coisa em comum entre todas as cartas, as crianças pediam simplesmente mais atenção, que os pais passassem mais tempo com elas e que eles pudessem brincar mais juntos.

Os pais entenderam que os brinquedos não podem substituir ou compensar as suas presenças.

{youtube}5egLxg_7mg0{/youtube}

E um detalhe muito interessante, quem entendeu o vídeo percebeu, foi que ao ser colocada às crianças a opção de escolher entre ser entregue uma ou outra carta, as crianças preferiram enviar a carta para os seus pais.

Estamos à porta do Natal e, por mais legal que seja, e concordamos que é, muito legal, a troca de presentes, a confraternização, etc, a mensagem que não podemos esquecer nesta data é que não devemos deixar que o consumismo seja o protagonista de uma data que representa o amor, a solidariedade e a esperança pelo nascimento de uma pessoa que veio ao mundo pedir por paz. As coisas mais importantes da vida, as crianças sabem, não são compráveis.

"Todo mundo quer amor. Todo mundo quer amor de verdade". Presente vazio não vale. Presente vazio não enche o coração de felicidade. Um feliz Natal, de verdade, a todos!

Leia também:

ENSINE AS CRIANÇAS A DIZEREM NÃO AO CONSUMISMO

NATAL NA RUA: PROJETO SOLIDÁRIO PARA PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA EM SP

NATAL LAST MINUTE: 10 PRESENTES NO POTE DE VIDRO FAÇA VOCÊ MESMO