©Emily Morter/Unsplash

Cringe: a palavra que viralizou e gerou polêmica nas redes sociais

Cringe: a palavra que viralizou e gerou polêmica nas redes sociais

Uma palavra inglesa, cringe, utilizada como gíria pela geração mais nova, virou meme e alvo de crítica no dia de hoje, 23, em diversas redes sociais.

Essa palavra criou um conflito virtual de gostos e opiniões entre geração Y (millennials), nascidos entre 1980 e 1995 (atualmente com 25 a 40 anos) e a geração Z, nascidos entre 1995 e 2010 (atualmente com 10 a 25 anos), recalcando suas diferenças.

Quem entrar no Tik Tok, ou em outra rede social, fatalmente irá se deparar com vídeos fazendo alusão à questão sobre o uso dessa palavra: cringe, que significa a forma dos mais jovens fazer referência aos gostos e modos da geração anterior, que são os adultos da atualidade.

Como tudo começou

Ao que parece, o que fez essa palavra virar alvo de discussão, foi um comentário em tom de gozação da podcaster Carol Rocha, conhecida como @tchulim, perguntando o que os jovens achavam ser um mico na geração millennials?

 

Desse questionamento no Twitter, o assunto se espalhou para outras redes sociais, surgindo memes e críticas em torno dessa temática.

Um dos vídeos que viralizou com essa questão, foi publicado no perfil aff the hype dois dias atrás. Até o momento que foi elaborado esse conteúdo, estava com 1,4 M visualizações, 270, 7 k curtidas  e 14, 3 k comentários.

Confira, por você mesmo a mensagem deste vídeo:

@affthehype

Em um dia eu era jovem e no outro estava pesquisando o que era cringe 🥲

♬ som original – aff the hype

 

Afinal o que significa Cringe?

Em inglês, a palavra cringe quer dizer vergonhoso, e jovens da geração Z estão utilizando como gíria para classificar atitudes, hábitos e gostos que consideram cafona, brega, antiquado ou fora de moda.

Alguns dos hábitos e gostos que vêm sendo classificados como cringe por estes jovens, são:

  • tomar café da manhã
  • utilizar a palavra boleto e fazer uso dele
  • vestir calça skinny
  • usar sapatilha de bico arredondado
  • pentear o cabelo repartido do lado
  • adorar Harry Potter
  • curtir as produções da Disney,
  • empregar emoji ou rs, para achar algo engraçado
  • gostar da série Friends
  • apreciar a novela Usurpadora
  • ter coleção de papel de carta e/ou adesivos, entre outros

A palavra que virou polêmica e debate nas redes sociais

De forma quase instantânea, uma palavra que muitos nem conheciam viralizou, e hoje é a que mais se fala através de vídeos de pessoas se posicionando contra ou a favor desse conceito.

E a polêmica virou trend nas redes sociais, com vídeos no Tik Tok e também comentários e hashtags em posts e vídeos no instagram.

Até no Google cresceu a busca e pesquisa dessa palavra para saber seu uso e significado.

E não faltaram memes:

Resposta dos Milennials à geração Z

Várias pessoas em defesa da geração millennials fizeram declarações expondo não concordarem com esse tipo de classificação, considerando-a preconceituosa.

Diversos millennials resolveram responder, de forma irônica, levantando uma lista de tendências e atitudes que marcam os novinhos da Geração Z, como por exemplo:

  • dancinhas no TikTok
  • fazer vídeos com fotos dos melhores momentos dos ídolos
  • satirizar os mais velhos, usando cabelo partido no meio
  • viver dos boletos pagos por seus pais

É  compreensível toda essa reação, já que cada geração tem a marca de seu tempo, e por isso vivem experiências e contextos distintos.

Hoje a geração Z pode se considerar atual, mas outras gerações virão e muito do que hoje parece algo avançado ou moderno, irá passar, pois outras novidades virão. Então, rótulos e discriminação só servem para distanciar e não agregam valor.

E você, o que acha dessa história de rotular costumes e tendências de uma geração, classificando-a como cringe?

Se quiser, deixe sua opinião nos comentários.

Para mais conteúdos sobre as últimas gerações, leia:

Sem esperança, Geração Z acredita mas não faz nada pela mudança climática

A geração de jovens adultos que vive com os pais

Os smartphones estão destruindo uma geração inteira?

Nosso QI está encolhendo de geração em geração

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *