Dia Internacional da Mulher - Movimento Global pela Luta aos Direitos das Mulheres

  • atualizado: 
Dia Internacional da Mulher

Muita gente não sabe que, por detrás das lindas rosas que são dadas às mulheres no dia 8 de março, a origem da data não é marcada por nenhuma singeleza, mas sim pela luta de mulheres que tiveram a coragem de resistir para mudar.

A comemoração do 8 de março como o Dia Internacional da Mulher, oficializado pela ONU em 1975, deve nos lembrar que a data representa a reivindicação por igualdade de direitos das mulheres. Essa data não é arbitrária, mas sim histórica.

Uma luta histórica

Em março de 1857, em Nova Iorque, centenas de mulheres que trabalhavam em uma fábrica têxtil saíram às ruas marchando em protesto aos baixos salários que recebiam - metade do valor pago aos homens, que executavam as mesmas tarefas. Essa manifestação terminou com a morte de 120 mulheres pela polícia, o que levou, após dois anos, as trabalhadoras a fundarem o primeiro sindicato feminino.

A partir daí, as mobilizações de mulheres começaram a crescer e ganhar mais notoriedade. Em 1909, as Mulheres Socialistas, nos Estados Unidos, comemoram pela primeira vez o Dia Nacional das Mulheres em 28 de fevereiro, com uma manifestação que levou para as ruas mais de 15 mil mulheres mobilizadas pela igualdade salarial, pela redução da jornada de trabalho e pelo direito ao voto.

Em 1910, na II Conferência Internacional de Mulheres Socialistas, realizada em Copenhague, uma vez mais se reiterou a necessidade do sufrágio universal, a não discriminação trabalhista, o acesso às mulheres à educação formal e tantos outros direitos essenciais que lhes eram negados.

No Reino Unido, inicia-se, em 1897, o movimento das sufragistas, com a criação da National Union of Women’s Suffrage Societies – NUWSS (União Nacional das Sociedades de Mulheres Sufragistas).  A britânica Mary Wollenstonecraft foi pioneira ao lançar um livro sobre direitos femininos, intitulado “Uma Reivindicação pelos Direitos da Mulher”.

Não podemos nos esquecer que, em 1917, as mulheres revolucionárias russas se manifestaram no último domingo de fevereiro contra a morte de milhares de soldados em guerra. As manifestações russas levaram à queda do czar e, consequentemente, formou-se um governo provisório que lhes concedeu direito ao voto. No calendário gregoriano, tal data é o 8 de março, que veio a ser oficializado só em 1975.

Movimento Global

Desde então, em todo o mundo, são realizadas marchas no dia 8 de março, além de vários eventos e campanhas destinados às mulheres e, também, aos homens, sobre temas como violência de gênero, feminicídio, igualdade salarial, assédio moral e sexual, representação política das mulheres, etc. A data representa um movimento global pela luta aos direitos das mulheres.

Seja no campo, seja na cidade, nós, mulheres, devemos estar unidas não apenas para lembrarmos daquelas que antecederam a nossa luta, mas para que continuemos trabalhando por esse legado até que alcancemos as reivindicações dos nossos direitos.

Procure saber onde, na sua cidade, haverá marcha das mulheres. Não deixe de participar e divulgar para outras companheiras esses eventos. Envolva também crianças nas marchas da mulher, meninos e meninas, a fim de que eles já se conscientizem de que o mundo é muito melhor quando todos têm os mesmos direitos.

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!