2 de Outubro: Dia Internacional da Não-Violência

  • atualizado: 
Dia Internacional da Não-Violência

Faça paz, não faça guerra! Podemos resolver tudo, todas as questões, desde as mais íntimas às coletivas - de um país, de uma nação - levantando sempre a bandeira do pacifismo. A data de hoje, 2 de outubro nos lembra isso.

O Dia Internacional da Não-Violência foi criado pela ONU como homenagem a Mahatma Gandhi, que nasceu em 2 de outubro de 1869 e fez da sua vida uma luta pela paz, pelo amor, pela verdade, combatendo a violência e a não-cooperação entre os povos, sendo o pioneiro da filosofia da não-violência. 

Podemos crescer nossos filhos ensinando-lhes os valores da paz, do respeito, do amor ao próximo mas também a todos os animais e a todos os seres vivos. Isto é tão importante e parte das pequenas coisas do nosso cotidiano. Se não respeitarmos as pequenas coisas, as pequenas convenções, como respeitaremos as grandes?

Como fizemos da nossa sociedade (mundial, mas principalmente falemos do Brasil, um dos países mais violentos do mundo) uma sociedade de guerra, de competição, quando poderíamos ter escolhido a paz e a cooperação entre as pessoas e os povos?

No nosso caso, brasileiros, embora sejamos muito colaborativos e generosos quando queremos, somos também muito mesquinhos, queremos estar sempre na frente, passar por cima de todos porque assim demonstramos ter mais jeitinho, demonstramos ser menos otários que os outros e, das pequenas coisas, dos pequenos desrespeitos acabamos desrespeitando o nosso valor maior: o valor à vida. 

No Brasil, a violência mata as pessoas por nada. Como pudemos chegar a um tamanho despeito à vida? E se não respeitamos a vida humana, o que diremos da vida dos outros seres? 

A NÃO-VIOLÊNCIA. O NÓ DA ARMA

Não há problema que não possa ser resolvido com o diálogo, com o respeito às diferenças, com amor ao próximo.

nao violencia escultura

Escultura do artista sueco Karl Fredrik Reutersward, na entrada da sede da ONU en Nova York

Vamos pensar nisso e colocar em prática a paz no nosso pequeno mundo individual, no nosso dia a dia, partindo de cada singular EU, para chegarmos a um NÓS, como sociedade mais pacífica, mais respeitosa com a vida, menos violenta.

Que esta data, e a vida de Mahatma Gandhi, nos inspire hoje e sempre!

Paz, não-violência! Talvez em nosso país, este seja o nosso maior desejo em comum.

E para finalizar, deixamos algumas frases de Mahatma Gandhi para nos inspirar:

espiritualidade

"A única revolução possível é a de dentro de nós".

“A não-violência é a maior força disponível da humanidade. É mais poderosa do que a arma mais poderosa de destruição já criada pela ingenuidade do homem.”

“A não-violência é a arma dos fortes.”

"Olho por olho, e o mundo acabará cego".

"Aprendi através da experiência amarga a suprema lição: controlar minha ira e torná-la como o calor que é convertido em energia. Nossa ira controlada pode ser convertida numa força capaz de mover o mundo".