Coronavírus: em São Paulo, cidadãos se unem para ajudar comunidades carentes

A pandemia do coronavírus está trazendo à tona algumas questões interessantes da nossa sociedade. Uma delas é que cooperação e solidariedade ainda existem.

Um exemplo disso é o que está acontecendo no estado de São Paulo, onde cidadãos, entidades, ONGs, prefeituras e o governo estadual, se uniram para ajudar as comunidades mais pobres, fornecendo cestas básicas e produtos de higiene e limpeza para estas pessoas, visando promover as condições necessárias para a prevenção do contágio pelo novo coronavírus.

Gilson Rodrigues, líder comunitário e presidente da União de Moradores e Comerciantes de Paraisópolis, comunidade onde vivem cerca de 100 mil habitantes na zona sul de São Paulo, já havia dado o alerta sobre as dificuldades das comunidades pobres diante dessa pandemia.

Ainda bem que, para evitar o pior, surgiu a União SP contra o Coronavírus, uma iniciativa de diversos grupos da sociedade civil em parceria com órgãos públicos, para impedir uma crise humanitária em consequência da Covid-19.

Uma das criações da União SP foi o Fundo Emergencial de Apoio à População Ameaçada pela COVID-19, que tem o objetivo de angariar recursos para comprar e distribuir produtos (alimentação, higiene e limpeza), conforme a necessidade dessas comunidades frente à pandemia.

O grupo tem viabilizado ações rápidas, para que esses recursos cheguem logo às famílias em situação de vulnerabilidade pois, o alcance e a velocidade de disseminação do novo vírus, exigem atitudes tempestivas.

Artistas como Fábio Porchat e Marcos Mion estão apoiando e divulgando essa campanha no Instagram.

Como ajudar

Para ajudar a União São Paulo na assistência à essas comunidades necessitadas, você pode fazer uma doação financeira entrando -> AQUI.

Em meio à disseminação desse vírus, alimentação, higiene e limpeza são essenciais na prevenção e combate à Covid-19. Por isso, é de vital importância ajudar os menos favorecidos a terem condições básicas de enfrentar essa pandemia.

A solidariedade e a união fazem a diferença.

Talvez te interesse ler também:

Coronavoucher: R$600,00 em vez de R$200,00. Mães solteiras poderão receber R$1200,00

A Milão que não parou agora está pagando a conta do Coronavírus

Não é doença de velho: nos últimos dias, em Roma, morreram dois jovens por Coronavírus

Sobre Deise Aur

Avatar
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

Quando o racismo se aprende na escola

A escola é uma das instituições mais importantes no combate ao racismo. Não à toa, …