Na Polônia, Papa Francisco fala sobre a guerra no mundo

papa-polonia

Nessa quarta-feira (27), o papa Francisco teve uma reunião com bispos poloneses fechada para a imprensa. De acordo com Stanislaw Gadecki, arcebispo da Cracóvia: "O papa decidiu encontrar os bispos sem a presença da mídia porque assim todos poderiam se expressar sem medo. Ele falou sobre os atos de misericórdia e também sobre o questionamento de alguns bispos poloneses".

Ainda segundo o arcebispo, o tema do encontro foi discutir a realidade das paróquias locais e a crise dos refugiados, que atinge toda a Europa. A ida do papa Francisco à Polônia deve-se a sua participação na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) deste ano, em Cracóvia.

Nas palavras do líder católico: “Uma palavra que se repete tanto é 'insegurança'. Mas a verdadeira palavra é 'guerra'. Há tempos dizemos que 'o mundo está em guerra em partes'. Esta é a guerra. Houve aquela de 1914 com os seus métodos; depois a de 39 a 45; uma outra grande guerra no mundo, e agora existe esta. Não é tão orgânica, talvez; organizada, sim, mas orgânica, digo; mas é guerra. Este santo sacerdote que morreu precisamente no momento em que fazia a oração por toda a Igreja, é 'um'; mas quantos cristãos, quantos inocentes, quantas crianças... Pensemos na Nigéria, por exemplo: 'Mas, lá é a África!'. Esta é a guerra! Não tenhamos medo de dizer esta verdade: o mundo está em guerra, porque perdeu a paz”.

Após agradecer o trabalho da Jornada da Juventude, o papa ainda disse: “A juventude sempre nos fala de 'esperança'. Esperemos que os jovens nos digam algo que nos dê um pouco mais de esperança, neste momento. Pelo fato de ontem, também eu gostaria de agradecer a todos aqueles que expressaram seu pesar, de modo especial o Presidente da França que quis telefonar para mim, como um irmão. Agradeço a ele”.

O papa Francisco explicou que esta guerra não é religiosa. “Uma só palavra gostaria de dizer para esclarecer. Quando eu falo de 'guerra', falo de guerra seriamente, não de 'guerra de religiões': não. Existe guerra de interesses, existe guerra pelo dinheiro, existe guerra pelos recursos da natureza, existe guerra pelo domínio dos povos: esta é a guerra. Alguém pode pensar: 'Está falando de guerra de religiões': não! Todas as religiões, queremos a paz. A guerra, a querem os outros. Entendido?”.

Especialmente indicado para você:

PAPA FRANCISCO REZA POR PAZ E HARMONIA PARA O BRASIL

UMA MENSAGEM PARA REFLETIR NESTA PÁSCOA

VERDADES SOBRE A IMIGRAÇÃO NA EUROPA - E UM PARALELO COM O BRASIL

Fonte: ebcradiovaticana